Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Desabafos: Pão por Deus

Era uma festa. A criançada percorria as ruas da vila em grupos de três ou quatro com um saco de pano na mão e lá iam de porta em porta, gritando felizes: “Bolos, bolos em honra dos Santos todos; bolinhos, bolinhos em honra dos Santinhos”.

A já aguardada visita era premiada com bolos, bolachas, rebuçados, pevides, tremoços ou, às vezes, dois tostões ou mesmo um cruzado. Tradição antiga do dia primeiro de Novembro, dia de Todos os Santos.

Em quase todas as casas se faziam os ‘bolos dos Santos’. Farinha de trigo e milho, ovos, mel ou açúcar, canela e erva doce. E a cachopada, da vila e arredores, saltitavam felizes de porta em porta numa algazarra saudável e bem-disposta.

Era um dia diferente. Era o dia do Pão por Deus.

João Henrique Farinha