Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

PSD/Oeste: António Leitão Amaro esta noite em Torres Vedras para debater com militantes o próximo Orçamento de Estado

PSD Oeste

O vice-presidente social-democrata António Leitão Amaro é esperado esta noite em Torres Vedras para participar na iniciativa ‘Construir a Alternativa’, que tem como objectivo “debater com os militantes as falhas deste orçamento [geral do Estado de 2022] e as propostas alternativas do PSD”, refere um comunicado do partido enviado ao ALVORADA.

A Direcção Nacional do PSD iniciou no passado dia 11 um périplo por todos os distritos para falar frente-e-frente com os militantes sobre a proposta de Orçamento de Estado para 2023 apresentada pelo Governo do PS, que está em discussão na Assembleia da República, terminando o ciclo de 19 sessões precisamente esta quarta-feira.

Para o encontro com os militantes da Área Oeste foi destacado o vice-presidente António Leitão Amaro, que decorrerá pelas 21h30 na sede distrital do partido em Torres Vedras. Este encontro é destinado aos militantes dos concelhos da Lourinhã, Cadaval, Alenquer, Arruda dos Vinhos, Sobral de Monte Agraço e Torres Vedras.

A iniciativa laranja foi inaugurada pelo primeiro vice-presidente e eurodeputado, Paulo Rangel, em Vila Real, e o presidente do PSD, Luís Montenegro, participou numa sessão em Viseu. Para além de António Leitão Amaro, foram destacados para estas sessões também os vice-presidentes Miguel Pinto Luz, Margarida Balseiro Lopes, Paulo Cunha e Inês Ramalho, além do secretário-geral, Hugo Soares, e do líder parlamentar, Joaquim Miranda Sarmento.

Depois da aprovação na generalidade, a proposta do Governo de Orçamento do Estado para o próximo ano está a ser apreciada na especialidade no parlamento e a votação final global está agendada para o próximo dia 25 na Assembleia da República.

Texto: ALVORADA com agência Lusa