Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Caldas da Rainha com menos 1,2 milhões de lâmpadas e menos sete dias de iluminação de Natal

caldasdarainha

A iluminação de Natal nas Caldas da Rainha vai estar ligada menos sete dias e o número de lâmpadas será reduzido dos quatro milhões usados em 2021 para apenas 2,8 milhões este ano, anunciou ontem a Associação Comercial.

O projecto 'Caldas Rainha do Natal' vai arrancar no dia 19, “sete dias depois do que costuma acontecer anualmente”, apostando “na sensibilização para a poupança de energia” a que a Associação Comercial dos Concelhos das Caldas da Rainha e Óbidos (ACCCRO) se junta, afirmou o presidente da entidade, Luís Gomes.

A iniciativa, apresentada à comunicação social, decorrerá de 19 de Novembro a 6 de Janeiro e vai traduzir-se numa diminuição das habituais 385 horas de iluminação para “290 horas com as luzes ligadas” durante a quadra em que a cidade estará decorada com “2,8 milhões de lâmpadas, ao invés dos quatro milhões usados o ano passado”, explicou o presidente da ACCCRO.

A redução de 23% no número de horas de iluminação irá traduzir-se numa diminuição do consumo energético de 18 para 13 megawatts, bem como na diminuição do número de rotundas iluminadas, que passa de 12 para apenas três, “localizadas nas principais entradas da cidade”, acrescentou o responsável.

As iluminações de Natal também ocuparão este ano uma área menor, passando de 15 mil metros quadrados de ruas e edifícios para apenas 13 mil metros quadrados de área decorada com luzes, informou a ACCCRO.

Num ano marcado pela crise energética e pela inflação, a ideia é sensibilizar para a poupança energética e, ao mesmo tempo, apoiar os comerciantes locais”, afirmou o presidente da Câmara das Caldas da Rainha, Vítor Marques, que este ano aumentou o apoio ao evento, que tem um orçamento de 170 mil euros, 110.700 dos quais para a iluminação e 59.300 para a animação.

No que toca à iluminação, o principal atractivo continuará a ser uma árvore com 30 metros de altura, na praça do município, que será inaugurada no dia 19 com um concerto da Áurea.

Já em termos de animação, a novidade deste ano será a realização de um ‘Mercadinho de Natal’, na praça 5 de Outubro, que irá concentrar a maior parte da animação musical e dos espectáculos de teatro que integram a programação.

Na edição deste ano, a autarquia e a ACCCRO estenderam a parceria à associação cívica 'Ordem do Trevo' que, em conjunto com os comerciantes, irá “oferecer brinquedos a 150 ou 160 crianças”, aumentando assim o número de contemplados anualmente pela associação que, segundo o presidente, José Viegas, “apoia com alimentos 64 famílias, num total de 224 pessoas, das quais 89 são crianças”.

A programação para a época do Natal integra ainda o tradicional Concurso de Montras e a exposição de árvores de Natal das escolas do concelho, a que se juntam este ano o Bazar à Noite, organizado pela Associação Destino Caldas, e a primeira edição do Caldas Food Festival.

O projecto 'Caldas Rainha do Natal' será também, pela primeira vez, promovido em conjunto com o 'Óbidos Vila Natal', numa revista que “promoverá as actividades dos dois concelhos, embora estas decorram de forma separada”, disse Vítor Marques.

O evento, que o ano passado contou com um orçamento total de 210 mil euros, viu este ano a verba total reduzida a 170 mil euros, comparticipados pela Câmara, não contando com apoios de patrocinadores.

Texto: ALVORADA com agência Lusa