Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Assembleia Municipal de Torres Vedras aprova desagregação de freguesias do concelho

cmtvlogo

A Assembleia Municipal de Torres Vedras aprovou ontem, por unanimidade, a desagregação e criação das freguesias da Maceira, Matacães e Runa.

Os deputados municipais aprovaram a criação da freguesia da Maceira, por desagregação da União de Freguesias de A-dos-Cunhados e Maceira.

A assembleia municipal aprovou também a desagregação de Matacães da Freguesia de Santa Maria, São Pedro e Matacães e a consequente criação da freguesia de Matacães.

A desagregação de Runa da União de Freguesias de Dois Portos e Runa e a criação da freguesa de Runa foram também aprovadas.

As propostas vão ser remetidas à Assembleia da República.

Em Março, os executivos e assembleias de freguesia decidiram a favor da desagregação, indo ao encontro dos abaixo-assinados populares e dos resultados dos inquéritos feitos à população.

As respectivas propostas à câmara municipal, que as aprovou por unanimidade este mês.

As propostas sustentam que Maceira, Matacães e Runa cumprem os critérios previstos na lei “no que se refere à prestação de serviços à população, à eficácia e eficiência da gestão pública, à população e território, à história e identidade cultural e à vontade política da população, manifestada pelos respectivos órgãos representativos”.

Já em Dezembro do ano passado, a Assembleia Municipal de Torres Vedras tinha aprovado uma moção a favor da reposição das freguesias extintas, apresentada pelo PCP.

Em 2013, o concelho de Torres Vedras passou de 20 para 13 freguesias com a agregação em autarquias únicas das freguesias de Campelos e Outeiro da Cabeça; A-dos-Cunhados e Maceira; São Pedro e São Tiago, Santa Maria e São Miguel (cidade) e Matacães; Carvoeira e São Domingos de Carmões; Dois Portos e Runa e Maxial e Monte Redondo.

A redução do número de freguesias resultou da reorganização administrativa aprovada então na Assembleia da República, contra a Assembleia Municipal de Torres Vedras, que na altura votou por maioria manter as 20 freguesias.

Texto: ALVORADA com agência Lusa