Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Seis municípios assinaram Carta de Compromisso para a Defesa do Património Geológico do aspirante Geoparque Oeste

AGEO carta Compromisso 14102022

O Centro de Interpretação Ambiental de Montejunto, no concelho do Cadaval, foi hoje palco da cerimónia de assinatura da Carta de Compromisso para a Defesa do Património Geológico do aspirante Geoparque Oeste, envolvendo os municípios de Bombarral, Cadaval, Caldas da Rainha, Lourinhã, Peniche e Torres Vedras.

Segundo a AGEO - Associação Geoparque Oeste, “nem sempre ao nível local os Planos Directores Municipais (PDM) definem procedimentos e obrigações ao nível do acompanhamento de especialistas em intervenções que geram a mobilização de solos, levando muitas vezes a perda de património geológico ímpar e até de relevância internacional”. De acordo com a associação regional sediada na Lourinhã, esta foi a forma escolhida para os seis municípios que integram o projecto assumirem “um compromisso intermunicipal de geoconservação e preservação do património geológico” integrado no território da candidatura a Geoparque da UNESCO.

Para tal foram estabelecidas várias premissas de compromisso: Desenvolver e implementar planos de geoconservação em todos os geossítios identificados pelo aGO; Desenvolver medidas complementares, de conhecimento, estudo, proteção, valorização e divulgação do património geológico, de modo a que as intervenções urbanísticas e demais alterações aos solos, nos geossítios identificados no território do aGO, sejam acompanhadas por um geólogo e paleontólogo nas fases de mobilização dos solos; Capacitar os técnicos municipais com formação específica relacionada com a Geoconservação, Geoeducação e Geoturismo do aGO; Promover o território do aGO como um laboratório vivo de ciência; Incluir os geossítios indicados pelo aGO nos meios de comunicação e promoção turísticas do território; Promover a acessibilidade física dos geossítios indicados pelo aGO, e garantir as insfraestruturas básicas que permitam a sua identificação e visitação; Incentivar o debate e promoção de temáticas relacionadas com a Geoconservação, Geoeducação e Geoturismo do aGO, nas suas diferentes áreas de actuação; Divulgar a Carta de Compromisso para a defesa do património geológico do aspirante Geoparque Oeste nos canais de comunicação interna e externa das autarquias.

Recorde-se que o património geológico abrangido pelo aspirante Geoparque Oeste tem por base o Período Jurássico e é internacionalmente reconhecido, não só pelas suas características únicas de preservação, mas também pelas descobertas e estudos científicos na área da paleontologia. Destaca-se, nesse sentido, a Ponta do Trovão, em Peniche, reconhecida em 2016 pela Comissão Internacional de Estratigrafia como um Global Boundary Stratotype Section and Point.

Participaram nesta cerimónia o presidente da Câmara Municipal da Lourinhã, João Duarte Carvalho, a presidente da Câmara de Torres Vedras, Laura Rodrigues, a vereadora Ana Batalha da Câmara de Peniche, o vereador Bruno Santos da Câmara do Bombarral e o vereador Joaquim Beato da Câmara das Caldas da Rainha. A AGEO esteve representada pelo presidente João Serra, também vereador da Câmara Municipal da Lourinhã, e pelo coordenador-executivo Miguel Reis Silva.

Texto: ALVORADA
Fotografia: AGEO