Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

CHO: Serviços de Urgência continua sem médico urologista por falta de profissionais

seminario urologia CHO 23092022

A especialidade de urologia continua a ser a única que não integra o Serviço de Urgência do CHO - Centro Hospitalar do Oeste por falta de médicos especialistas. O lamento foi feito pelo director do Serviço de Urologia do CHO, Fortunato Barros, na sessão de abertura do I Workshop de Urologia do CHO, que tem como tema ‘Urgências Urológicas’, que decorre ao longo desta sexta-feira no auditório dos Paços do Concelho de Torres Vedras.

Segundo Fortunato Barros,“o número de casos de urgência urológica é realmente significativa para justificar, pelo menos, que um urologista de prevenção durante 24 horas ao Serviço de Urgência”, adiantando perante a assistência, que lotou por completo o espaço municipal, que “temos esperança que, futuramente, vamos conseguir vencer este grande obstáculo”. Apesar das dificuldades no mercado face à escassez destes especialistas, estão a ser desenvolvidos esforços pelo conselho de administração para contratar os profissionais em falta e resolver o problema. O urologista destacou ainda que “há muitos constrangimentos” na unidade hospitalar de referência do CHO, o Serviço de Urgência do Hospital de Santa Maria, em Lisboa. Este hospital recebe não só doentes vindos do CHO como de outras zonas de Lisboa e Vale do Tejo. “Não é fácil para eles porque há uma sobrecarga [de pacientes]”, frisou.

Nesta sessão de abertura participaram ainda a presidente do Conselho de Administração do CHO, Elsa Baião, que elogiou o serviço liderado desde há ano e meio por Fortunado de Barros, que na altura “estava moribundo”. Ana Umbelino, vice-presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, substituiu a edil Laura Rodrigues neste encontro, que contou também com a intervenção do médico Wildemar Costa, director do Serviço de Urgência de Torres Vedras.

Este ‘workshop’ abordou um tema transversal a várias especialidades e com grande impacto na assistência dos utentes do SNS - Serviço Nacional de Saúde da área de influência do CHO, reunindo profissionais da carreira hospitalar e da medicina geral e familiar.

Notícia desenvolvida na próxima edição impressa do ALVORADA.

Texto e fotografia: Paulo Ribeiro/ALVORADA