Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Ministra da Agricultura vai ao Bombarral inaugurar o Festival do Vinho Português e Feira Nacional da Pêra Rocha

37festivaldovinho

Dois membros do Governo marcam presença esta quarta-feira, no Bombarral, na inauguração do 37º Festival do Vinho Português e 27ª Feira Nacional da Pêra Rocha: a ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes, e o secretário de Estado da Administração Local e Ordenamento do Território, Carlos Miguel.

O certame regressa este ano à Mata Municipal do Bombarral, depois de um interregno de dois anos devido à pandemia de Covid-19. O evento, organizado pelo município bombarralense, promove as duas principais actividades económicas do concelho e vai estar de portas abertas até ao dia 15. A edilidade espera desta vez “entre 25 mil e 35 mil visitantes”.

Segundo confirmou a organização ao ALVORADA, está prevista a presença de 66 expositores, 24 estão ligados ao sector vitivinícola, entre os quais a Adega d’Rocha - Arribas & Parcelas, Lda, de Ribamar, que produz o Vinho Carlotas, sendo o único produtor do concelho da Lourinhã a participar neste evento. Marcará também presença o Licor 35, produzido no concelho de Torres Vedras, mas que tem ligações à Lourinhã. Está prevista a realização de um concurso de vinhos, uma das principais imagens de marca deste certame, que contará para o efeito com a análise de um painel de provadores certificados.

Quanto ao sector frutícola marcam presença este ano 8 expositores. Haverá o ‘Espaço Pêra’, onde os visitantes vão poder conhecer o sector que se dedica à produção da rainha da fruticultura portuguesa e onde será instalado o ‘Palco Melro’, pelo qual irão igualmente passar vários momentos de animação. Recorde-se que a pêra rocha do Oeste é um fruto com Denominação de Origem Protegida da União Europeia e que tem nos concelhos do Bombarral e Cadaval as principais produções, mas havendo também pomares nos restantes concelhos oestinos, como é o caso do município da Lourinhã.

Segundo refere um comunicado da organização enviado ao nosso jornal, o certame volta a apresentar uma oferta gastronómica diversificada, que será é disponibilizada no restaurante oficial do evento, bem como nas tasquinhas que são asseguradas por várias associações do concelho e noutros espaços dedicados a esta vertente. Em termos gastronómicos, é ainda de realçar o ‘Espaço Gourmet’, onde diariamente vários chefes de cozinha irão confecionar ao vivo diversos pratos que promovem a junção entre o vinho e a pêra rocha. Entre os convidados vai estar a lourinhanense Sílvia Baptista, da empresa ‘Doce Lourinhã’, que fará um ‘showcooking’ e um ateliê de ‘mini-chef’s’.

Em relação ao programa de animação musical, que também constitui um atractivo especial deste evento bombarralense, destacam-se os concertos da Banda Xeques Orquestra (dia 10), David Antunes (dia 11), Plutónio (dia 12), André Sardet (dia 13), Ana Bacalhau (dia 14) e Os Azeitonas (dia 15), para além do regresso da festa ‘Wine and Pear Party’ (dia 13) e da actuação de vários grupos de música tradicional portuguesa.

Sendo considerado pelo Município do Bombarral como o certame vitivinícola mais antigo do país, o Festival do Vinho Português foi criado na década de 60 do século passado, então com denominação de I Festival-Exposição do Vinho Português. Realizando-se de forma não continuada durante alguns anos, foi a partir de 1993, aquando da 10ª edição, que o certame se afirmou definitivamente passando a partir dessa data a realizar-se anualmente, tendo sendo a Mata Municipal como local de eleição. Quanto à Feira Nacional da Pêra Rocha, é organizada desde 1996, primeiro como certame autónomo e depois fundida com o Festival do Vinho, tendo sido criada com o objectivo de promover rainha da fruticultura portuguesa, mas também os produtos agrícolas frescos em geral. “Sendo o Festival do Vinho Português e a Feira Nacional da Pêra Rocha um evento para ser desfrutado em família, também os mais pequenos terão um espaço que lhes será exclusivamente dedicado e onde poderão desfrutar de diversas actividades lúdicas, jogos, pinturas faciais, entre muitas outras”, informa a edilidade.

O Festival do Vinho Português e a Feira Nacional da Pêra Rocha vai funcionar nos dias 10, 11 e 12 das 17h00 à 1h00, enquanto que nos dias 13, 14 e 15 entre as 15h00 e a 1h00. O custo diário do bilhete é de 3,5 euros, sendo que no dia 10 será gratuito para os bombarralenses. Há também um diferenciamento do preço do ingresso para a totalidade dos dias: 13 euros para os bombarralenses e 18 euros para os restantes visitantes. A organização promete que os visitantes “vão ter novamente oportunidade de saborear alguns dos melhores vinhos que são produzidos nas diversas regiões vitivinícolas do país e deliciar-se com as mais diversas iguarias que têm por base a rainha da fruticultura portuguesa”. 

Em relação ao orçamento do certame, a Câmara Municipal do Bombarral informou o nosso jornal que esta “informação ainda não está disponível”, mas seguramente envolverá o investimento de algumas dezenas de milhares de euros. Contando também com a parceria da Associação Nacional dos Produtores de Pêra Rocha, a Comissão Vitivinícola Regional de Lisboa e as empresas Valorsul, Promotorres e Belmiro Marques apoiam a realização deste evento, para além de outras empresas do concelho, que tem como patrocinador oficial a Caixa de Crédito Agrícola Mútuo do Bombarral.

Texto: Paulo Ribeiro/ALVORADA