Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Torres Vedras: projecto ‘Flâneur ao Centro’ expõe o território em fotografia

flaneuraocentrocatarinabotelho

Entre Novembro de 2021 e Janeiro de 2022, quatro artistas foram convidados a percorrer e a pensar o território do centro e do Oeste de Portugal: Leiria, Torres Vedras, Bombarral e Lourinhã e partilhar as suas ilações com o público, em espaços públicos.

Terminado o primeiro palco de arte criado em Leiria, o projecto ‘Flâneur ao Centro’, desenhado e coordenado pela Procur.arte, em parceria com os municípios de Leiria, Torres Vedras, Bombarral e Lourinhã, segue para Torres Vedras. No dia 29 de Julho, sexta-feira, às 21h30, vai decorrer a inauguração da segunda de quatro exposições de fotografia: ‘Flâneur ao Centro’. Agora, junto ao mar, em Santa  Cruz, no Largo Jaime Baptista da Costa os visitantes poderão conhecer a exposição de fotografia,  visitável 24 horas por dia, até 4 de Setembro. Catarina Botelho, Fábio Cunha, Joshua Phillips e Róisín White são os artistas que integram este projecto e que propõem uma visão singular sobre o território.

O projecto que estabeleceu uma parceria estratégica com a Rede Cultura 2027 e Turismo do Centro arrancou com a primeira mostra em Leiria, entre Abril e Maio, no Largo Papa Paulo VI. Seguem-se Bombarral, de 10 de Setembro a 9 de Outubro, na Praça do Município e Lourinhã, de 15 de Outubro a 6 de Novembro, na Praça José Máximo da Costa.

‘Flâneur ao Centro’ é livremente inspirado na obra e percurso do arquitecto Ernesto Korrodi, que, a partir de Leiria, realizou várias obras em Portugal continental. De origem suíça, Korrodi naturalizou-se português, foi pioneiro da Art Noveau e recebeu dois Prémios Valmor. Para além dos seus estudos sobre o património, desenhou edifícios públicos, casas, quintas e teatros na região. A fauna e flora caraterísticas da região (uva, pêra, maçãs, figos, etc) estão presentes em toda a sua obra, tanto na cantaria como no trabalho do ferro e mobiliário.

Tendo como inspiração o espírito deambulante de Ernesto Korrodi, foram convidados quatro artistas - Catarina Botelho, Fábio Cunha, Joshua Phillips e Róisín White - a reler a região e a redescobrir este território.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Joana Linda