Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Torres Vedras acolhe conferência da Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses

teatrocinetvd

A Direcção-Geral das Artes promove a 'Conferência RTCP (Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses) - Actuar em Rede: Desafios e Estratégias', amanhã, dia 19, entre as 9h30 e as 18h00, no Teatro-Cine de Torres Vedras. A conferência contará com a presença do ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva, do director-geral das Artes, Américo Rodrigues, e da presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Laura Rodrigues.

A iniciativa tem como principal objectivo debater o potencial da rede para incrementar a procura e oferta culturais, aumentar as coproduções entre entidades, reforçar a circulação de obras artísticas, fomentar a articulação programática entre equipamentos da rede, envolver agentes culturais e artísticos locais, desenvolver estratégias de mediação e estimular boas práticas na transição digital, sustentabilidade ambiental, inclusão e acessibilidade física, social e intelectual.

O programa, composto por quatro painéis, integrará diversos oradores e moderadores: 

1.º painel
Actuar em Rede - dedicado ao debate sobre o papel da rede como instrumento de descentralização e coesão territorial e social, de estímulo à cocriação, cooperação e parceria. 

Oradores: Xosé Paulo Rodríguez (director do Teatro Rosalía Castro de A Coruña, Membro de La Junta Directiva de La Red, España), Luís Fernandes (director criativo d’Orfeu, Águeda), Fernando Matos Oliveira (professor universitário e director do Teatro Académico de Gil Vicente, Coimbra). Moderador: Manuel Gama (CECS - U. Minho).

2.º painel
Território Público - dedicado ao debate sobre o potencial da rede no estímulo à criação local e regional, o papel das artes como serviço público na dinamização das regiões, as especificidades dos públicos no território e o envolvimento e participação comunitária. 

Oradores: Rui Horta (coreógrafo e fundador de O Espaço do Tempo), Sandra Nóbrega (directora do Teatro Municipal Baltazar Dias, Funchal) e Filipe Faria (director da Arte das Musas, Idanha-a-Nova). Moderadora: Isabel Craveiro (directora artística do Teatrão, Coimbra).

3.º painel
Poder (en)cena - dedicado ao debate sobre as políticas culturais, o poder autárquico e a autonomia criativa, a criação e programação enquanto representação e produção de discursos e o teatro enquanto agente de reflexão. 

Oradores: Vítor Paulo Gomes Pereira (presidente da Câmara Municipal Paredes de Coura), Luís Ferreira (adjunto da direcção artística do Teatro Nacional D. Maria II, Lisboa) e Gil Silva (director do Teatro das Figuras, Faro). Moderadora: Suzana Menezes (directora da Direcção Regional de Cultura do Centro).

4.º painel
Criar e Programar para Todos - dedicado ao debate sobre os modelos de criação, programação e dinamização artística, a transversalidade da programação e oferta artística em resposta à heterogeneidade dos públicos, a criação e programação inclusivas, e a fidelização e mediação de públicos, boas práticas e aplicação na rede

Oradores: John Romão (encenador, programador cultural e director artístico do BoCa), Hugo Cruz (ariador, programador cultural e investigador), Marco Paiva (actor e encenador, fundador da Terra Amarela - Plataforma de Criação Artística Inclusiva). Moderadora: Raquel Ribeiro Santos (directora de Participação da Culturgest)

Inscrições: tvedras.pt/agt32.

Texto: ALVORADA