Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

PJ detém homem por suspeita de homicídio com arma branca em Torres Vedras

PJ 12

Um homem, de 22 anos, foi detido pela suspeita de um crime de homicídio com arma branca, em Torres Vedras, e vai aguardar julgamento em prisão preventiva, anunciou esta sexta-feira a Polícia Judiciária (PJ).

Em comunicado, a PJ informou que o suspeito foi presente a tribunal e ficou a aguardar julgamento em prisão preventiva após ter sido ouvido pelo juiz de instrução criminal.

Sobre o arguido recaem “fortes indícios da prática de um crime de homicídio em concurso com um crime de detenção e uso de arma proibida, sendo vítima um homem, também português, com 32 anos de idade”, indicou a Polícia Judiciária.

De acordo com a PJ, “o homicídio ocorreu na sequência de um conflito entre indivíduos que se conheciam” e que tinham estado em confraternização durante a noite de sexta-feira e a madrugada de sábado da semana passada. Pela manhã gerou-se uma “altercação entre o agressor e a vítima, que veio a culminar na prática de agressões graves, por parte do agressor sobre a vítima, com recurso ao uso de uma arma branca, provocando-lhe assim a morte”, lê-se no comunicado.

O homem foi detido fora de flagrante delito, mas a PJ revelou que “as diligências efectuadas permitiram o esclarecimento das circunstâncias da prática do crime, bem como a recolha de suporte probatório relativo à autoria dos crimes praticados”.

No passado sábado, fonte da PSP disse à agência Lusa que, pelas 9h30, registou-se uma desordem entre os elementos de um grupo que estava na zona dos bares, no centro da cidade, e que um homem, de 32 anos, teve “ferimentos com arma branca e foi conduzido ao hospital, onde veio a falecer”. A vítima foi assistida por ambulâncias dos Bombeiros Voluntários de Torres Vedras e pela Viatura Médica de Emergência e Reanimação do INEM – Instituto Nacional de Emergência Médica, estacionada no hospital público torriense, disse à Lusa o comandante da corporação, Hugo Jorge, confirmando que a vítima foi transportada com vida para o serviço de urgência de Torres Vedras do Centro Hospitalar do Oeste.

Texto: ALVORADA com agência Lusa
Fotografia: Direitos Reservados