Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Covid-19: Vacinação passa a ser feita nos centros de saúde do Oeste Norte

Vacinacao Covid 19 Centro de Saude da Lourinha II

A vacinação contra a covid-19 na área do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Oeste Norte vai passar a ser feita nos centros de saúde, a partir da próxima segunda-feira, para rentabilizar vacinas e profissionais, informou hoje a direcção.

“Actualmente, a taxa de pessoas a vacinar na região é bastante baixa”, disse à agência Lusa a directora-executiva do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Oeste Norte, Ana Pisco, justificando a opção por “um modelo de vacinação concentrado nas unidades de saúde dos seis concelhos”.

A alteração passa pelo encerramento, “a partir do dia 28” dos três centros de vacinação da região (Alcobaça, Caldas da Rainha e Peniche), que se encontram actualmente “a funcionar apenas dois dias por semana e aos fins-de-semana por não se justificar o seu funcionamento diário”. A diminuição de utentes a vacinar “torna mais complicada a gestão dos lotes de vacina que são abertos e que, caso não se conseguisse completar a sua administração, conduziria a um desperdício que se pretende evitar”, explicou Ana Pisco.

A vacinação passará assim a ser concentrada nos centros de saúde das sedes dos seis concelhos que integram o ACES, sendo que em Alcobaça, Nazaré, Caldas da Rainha, Peniche e Bombarral as vacinas serão administradas aos sábados e, em Óbidos, às quartas-feiras à tarde, dado “a dimensão deste concelho não justificar que se ocupe um dia inteiro”.

O novo modelo organizativo permite “libertar profissionais de saúde que estavam afetos aos centros de vacinação, em sistema de rotatividade, e que agora podem retomar a actividade normal nas suas unidades, quer ao nível de consultas de Medicina Geral e Familiar, quer no acompanhamento da doença aguda, programas de vigilância de saúde materno infantil e rastreios”, afirmou a mesma responsável.

A expectativa de Ana Pisco é de que sejam vacinadas “cerca de 100 pessoas por sábado” nos concelhos de maior concentração populacional, como Caldas da Rainha e Alcobaça, e que nos restantes esse número possa ser mais reduzido. Na área do ACES continuará “a ser feita a vacinação no regime ‘casa aberta’ e a vacinação ao domicílio nos casos indicados”, admitindo ainda Ana Pisco que, “em Junho ou Julho, possa haver um ajustamento dos horários, se se verificar essa necessidade”, uma vez que nessa altura “estarão em condições de receber a terceira dose grande parte das pessoas que agora não o puderam fazer por estarem infectadas”.

O novo sistema de vacinação deverá afectar dois enfermeiros e um médico por sábado, em cada um dos centros de saúde.

O ACES Oeste Norte tem por missão garantir a prestação de cuidados de saúde primários às populações dos seis concelhos, servindo cerca de 200 mil pessoas.

Texto: ALVORADA com agência Lusa
Fotografia: Sofia de Medeiros/ALVORADA (arquivo)