Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Centro Ecológico Educativo do Paul de Tornada associa-se à comemoração do Dia Mundial das Zonas Húmidas

zonashumidas2022

O Centro Ecológico Educativo do Paul de Tornada, projecto de educação ambiental co-gerido pelo Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente, GEOTA, está a preparar, no âmbito do Dia Mundial das Zonas Húmidas, que se assinala a 2 de Fevereiro, um conjunto de actividades como percursos interpretativos, descoberta da fauna e flora e observação de aves, que tem como objectivo aumentar a consciencialização acerca da importância crucial das zonas húmidas para as pessoas e para o planeta. A inscrição é gratuita e pode ser feita aqui.

As actividades, abertas a todo o público e comunidades educativas, arrancam já no dia 2 de Fevereiro, na Reserva Natural Local do Paul de Tornada, localizada nas Caldas da Rainha, com um percurso interpretativo do Charco ao Paul. Entre as 10h00 e as 12h45, o programa será direccionado para escolas e entre as 15h00 e às 17h00, para o público em geral. Já no dia 5 de Fevereiro, as actividades incluem uma descoberta da flora do Charco ao Paul, num percurso interpretativo orientado por Cristina Reboleira - guia de passeios botânicos, entre as 10h00 e as 12h00.

As actividades terminam no dia 12 de Fevereiro com um momento de observação de aves, ‘Big Sit’, orientado por Hélder Cardoso - guia de observação de aves em Portugal e Espanha, entre as 7h30 e as 18h00, que incluirá também uma dinâmica de plantação de árvores. Para os mais curiosos, entre as 18h00 e as 21h00 estará a decorrer uma actividade de observação de borboletas nocturnas.

A actividade de observação de aves ‘Big Sit’, desafia os participantes a registar todas as espécies que se conseguirem observar, do nascer ao pôr do sol, a partir de um ponto de observação fixo onde estará um observador de aves. A iniciativa tem um horário definido, contudo, todos os interessados poderão comparecer à hora que lhes for mais conveniente.

A entrada é livre, mas requer uma inscrição que pode ser feita através deste link. A todos os participantes é aconselhado trazer roupa e calçado apropriado, binóculos e/ou máquina fotográfica, máscara de protecção individual e gel desinfectante.

A Reserva Natural Local do Paul de Tornada cobre uma área de aproximadamente 53 hectares e protege desde a sua criação, em 2009, inúmeras espécies. É um local de passagem, onde aves migratórias nidificam, sendo fonte de alimentação e habitat de permanência de várias espécies de aves, mamíferos, répteis, peixes e anfíbios, muitas delas raras, ou vulneráveis.

Texto: ALVORADA