Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Pedro Caldeira Cabral e Rui Reininho este mês no Teatro-Cine de Torres Vedras

teatrocinetvd

Um concerto do músico Pedro Caldeira Cabral inaugura a programação do Teatro-Cine de Torres Vedras para o actual trimestre, que integra também um concerto de Rui Reininho, além de espectáculos de dança e de teatro.

No dia 22, o instrumentista da guitarra portuguesa vai percorrer repertório que vai do século XVI à actualidade, num concerto intitulado ‘A Nova Cítara Portuguesa’, com a participação de Duncan Fox no contrabaixo.

Pedro Caldeira Cabral vai apresentar composições originais e transcrições de peças do passado concebias para instrumentos de corda dedilhada, como a cítara, o alaúde, a viola de mão ou os de tecla, como o cravo e o pianoforte.

Já Rui Reininho, vocalista dos GNR, dá um concerto a solo no dia 29 para apresentar o seu mais recente trabalho, ‘20.000 Éguas Submarinas’.

Na música, a programação para os próximos três meses conta ainda com concertos do Ricardo Toscano Quarteto (15/01), do pianista António Rosado (23/01) e da Orquestra do Atlântico e da Vortice Dance Company, que vão recriar a peça de Stravinsky ‘A Sagração da Primavera’, num espectáculo que junta a música à dança, à videografia e ao ‘videomapping’ (5/2).

Até Março, pelo Teatro-Cine vão ainda passar NBC (12/2), o trio TGB (19/2), Mário Franco Trio (5/3), Kairós Quartet (12/3) e o guitarrista André Fernandes (26/3).

Quanto à programação de teatro, destaque para ‘Burgher King Lear’, uma nova leitura de ‘King Lear’, de Shakespeare, pela companhia João Garcia Miguel, encenador e director do Teatro-Cine de Torres Vedras, com a interpretação da actriz São José Correia (18 e 19/3).

No dia 28 deste mês, é levado ao palco a peça ‘Coveiros’, uma encenação de Marcos Barbosa e dramaturgia de Jacinto Lucas Pires, em que são apresentadas “diferentes perspectivas, experiências e linguagens”, tendo a morte como “niveladora” (28/1).

Seguem-se ‘A Paz Perpétua’ pelo Teatro Estúdio Fontenova (11/02), ‘Pela Água’ pela companhia A Turma (04/03) e ‘Cada um com o seu olhar’, um espectáculo com dramaturgia, encenação e direcção artística de Ana Cláudio e interpretado por um grupo de teatro criado para pessoas cegas, com baixa visão ou com problemas associados, em que está envolvido o Gabinete de Apoio à Deficiência Visual da Câmara Municipal de Torres Vedras (25/3).

A programação de dança do Teatro-Cine arranca no próximo dia 21, com o espectáculo ‘Inverno’, pela Companhia de Dança de Almada. Seguem-se ‘Concerto n.º 1 para Laura’, de Sílvia Real (18/2), e ‘Ecléctrica’, da Performact (9/3).

A programação trimestral integra ainda o espectáculo multidisciplinar ‘Missed-en-abîme’, de Rogério Nuno Costa, que aborda o isolacionismo a que se votou o pintor e escultor francês Marcel Duchamp.

Texto: ALVORADA com agência Lusa