Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

GNR: detidos por furtos em residências nas localidades de Torres Vedras e Lourinhã

furtostvdlnh

Um homem de 42 anos e uma mulher de 30 anos, foram detidos esta terça-feira no concelho de Torres Vedras por diversos furtos qualificados. No âmbito de uma investigação que decorria há cerca de três meses, sobre vários furtos qualificados em interior de residências nas localidades de Torres Vedras e Lourinhã, o Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Torres Vedras encetou diligências policiais que culminaram com o cumprimento de três mandados de busca domiciliária, um mandado de busca não domiciliária (veículo) e dois mandados de detenção fora de flagrante delito.

No decorrer da acção foram detidos os suspeitos, tendo sido possível apreender diverso material, destacando-se: 8.600 euros em numerário; 400 doses de haxixe; um revólver suspeito de ter sido usado numa tentativa de homicídio de duas pessoas; quatro armas brancas; 30 relógios; 10 jóias de ouro e prata; um climatizador de bebidas; 13 garrafas de bebidas alcoólicas; uma televisão LCD; dois desumificadores; um aspirador; três máquinas fotográficas; quatro perfumes; quatro passa-montanhas; dois óculos de sol; uns auscultadores; um fogão portátil; três objectos decorativos; e diversos artigos de bijutaria, de valor desconhecido.

Esta operação contou ainda com o apoio de elementos da Estrutura da Investigação Criminal (SIIC) do Comando Territorial de Lisboa, do Destacamento de Intervenção (DI) de Lisboa, do Grupo de Intervenção Cinotécnica (GIC), e do Grupo de Intervenção de Operações Especiais (GIOE) da Unidade de Intervenção (UI).   

Um dos detidos está em liberdade condicional e possui antecedentes criminais pelo crime de furto qualificado, roubo e detenção de arma proibida.

Os detidos foram presentes hoje, dia 12, a primeiro interrogatório no Tribunal Judicial de Torres Vedras, para aplicação das medidas de coacção. O homem ficou em prisão preventiva, tendo sido conduzido ao estabelecimento prisional de Leiria enquanto que a mulher ficou sujeita à obrigação de apresentações periódicas (semanais) no posto territorial da GNR na área de residência.

Notícia actualizada às 16h25.

Texto: ALVORADA
Fotografia: GNR