Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Torres Vedras: GNR deteve homem por diversos furtos

GNRfurtostvd

Um homem de 26 anos foi detido esta terça-feira, dia 4, por diversos furtos qualificados, no concelho de Torres Vedras.

No âmbito de uma investigação que decorria há cerca de três meses através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Torres Vedras, sobre 12 furtos qualificados que ocorreram no ano passado, na localidade de Sarge, os militares da GNR encetaram diligências policiais que culminaram com o cumprimento de dois mandados de busca domiciliária e um mandado de detenção.

No decorrer da acção foi detido o autor dos ilícitos, tendo sido possível apreender diverso material proveniente dos furtos, destacando-se um forno; uma motosserra; um telemóvel; um castiçal; um prato de decoração; e diversos artigos de bijutaria de valor desconhecido.

A maioria do material apreendido já foi restituído aos seus legítimos proprietários.

O suspeito, sem antecedentes criminais semelhantes, foi hoje presente ao Tribunal de Torres Vedras, tendo-lhe sido aplicada a prisão preventiva, a medida de coação mais gravosa.

A maioria dos crimes ocorreu entre Setembro e meados de Novembro, segundo a GNR, tendo criado alarme social entre a população da aldeia, mas as queixas dos moradores remontam a Junho.

Desde meados de Novembro que a situação acalmou, adiantou a mesma fonte, altura em que a população se começou a movimentar e a apresentar queixas à GNR, que chegaram a um total de 20.

De acordo com a mesma fonte, além da intervenção da investigação criminal, o patrulhamento foi reforçado na localidade e, este mês, a GNR vai promover acções de sensibilização junto da população para os cuidados a ter no sentido de evitar a ocorrência de furtos.

Em Novembro, a população promoveu uma reunião pública, com cerca de duas centenas de pessoas, para discutir o assunto com autarcas locais e um abaixo-assinado, que veio a ser entregue à GNR com cerca de 150 subscritores, a pedir medidas que terminassem com o clima de insegurança e o reforço da iluminação pública na aldeia.

No início de Dezembro, a população juntou-se numa marcha lenta com 80 veículos e 150 manifestantes, entre a localidade e o Posto Territorial da GNR em Torres Vedras, onde representantes da população se reuniram com esta força de segurança.

Notícia actualziada às 18h00.

Texto: ALVORADA com agência Lusa
Fotografia: GNR