Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Calendário da revista National Geographic é dedicado ao aspirante Geoparque do Oeste

Geoparque Calendario 2022

O calendário temático que integra a primeira edição do ano da revista portuguesa National Geographic é dedicado ao aspirante Geoparque Oeste e está à venda nas bancas desde segunda-feira por seis euros. Segundo revela em comunicado a AGEO - Associação Geoparque Oeste, o calendário será apresentado ‘online’ no próximo dia 14. Este trabalho contou com o apoio directo do Dino Parque Lourinhã e da OesteCIM - Comunidade Intermunicipal do Oeste. A capa do calendário é de uma réplica de um dinossauro que pode ser visto no parque temático lourinhanense.

O autarca lourinhanense João Serra, que preside à direcção da AGEO, acredita que “esta parceria vai projectar o território do aspirante Geoparque Oeste a nível nacional e internacional, contribuindo para a promoção do património natural e cultural, mas também para a divulgação das condições e capacidades de alojamento, restauração e actividades dos agentes económicos presentes neste aspirante a Geoparque Mundial”.

Já para Gonçalo Pereira, representante da revista National Geographic Portugal, “o resultado do trabalho agora apresentado é uma pequena mostra do que o território do aspirante Geoparque Oeste tem para oferecer às Redes Europeia e Mundial de Geoparques da UNESCO, através da sua diversidade e unicidade dos patrimónios naturais e culturais".

Neste calendário poderão observar-se os contrastes entre o litoral e o interior, as cores características das paisagens deste território constituído por seis municípios oestinos, as tradições vincadas pelas suas gentes e a dicotomia entre o mar e a serra. Segundo a AGEO, dos 72 km de costa atlântica presentes neste território, cerca de 15 km correspondem a praias de areia, “um grande atractivo para os locais e para os visitantes ocasionais ou sazonais”. Também, as paisagens geológicas e a exposição das camadas geológicas nas arribas litorais com dinossauros, “atraem interessados, investigadores e turismo científico de todo o mundo”.

Recorde-se que o espaço geográfico deste aspirante a Geoparque Mundial da UNESCO abrange os concelhos de Bombarral, Cadaval, Caldas da Rainha, Lourinhã, Peniche e Torres Vedras, englobando uma área total de 1.154 km2. De fora do projecto ficou, por vontade própria, o Município de Óbidos.

A National Geographic é a revista oficial da National Geographic Society, sociedade científica norte-americana que publicou a sua primeira edição em 1888, sendo identificável em todo o mundo pela moldura amarela característica que envolve a sua capa. Com edição mensal, a edição portuguesa deste mês - Nº250 - tem na capa como destaque uma reportagem sobre travessia aérea do Atlântico Sul, entre Portugal e o Brasil, protagonizada pelos aviadores portugueses Gago Coutinho e Sacadura Cabral em 1922. E, no interior, o leitor leva o calendário do ano dedicado ao aspirante Geoparque do Oeste.

Texto: ALVORADA