Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Municípios do Oeste vão acolher estudantes moçambicanos de Cabo Delgado

ESTM 1

Caldas da Rainha, Peniche, Torres Vedras, Leiria e Pombal vão acolher estudantes moçambicanos de Cabo Delgado - província moçambicana do extremo nordeste do país abraços com conflitos provocados por grupos armados - no âmbito de um processo desenvolvido pelo Politécnico de Leiria.

A cerimónia de recepção aos estudantes ocorrerá próxima segunda-feira, pelas 11h00, no auditório dos Serviços Centrais do Politécnico de Leiria, na cidade do lis. A sessão vai contar com a presença de Joaquim Simeão Bule, embaixador de Moçambique em Portugal, e de António Perez Metelo, presidente da Associação Helpo, organização que tem desenvolvido uma acção fulcral no processo de acolhimento dos estudantes moçambicanos, e com a qual será formalizada a assinatura de um protocolo de colaboração.

A cerimónia de recepção aos estudantes começa às 11h00, com as intervenções de Rui Pedrosa, presidente do Politécnico de Leiria, de Joaquim Simeão Bule, embaixador de Moçambique em Portugal, e dos representantes dos Municípios de Leiria, Caldas da Rainha, Peniche, Torres Vedras e Pombal, cidades onde os estudantes irão viver e estudar nas respetivas Escolas e Núcleos do Politécnico de Leiria, e com os quais estão a ser estabelecidos protocolos de cooperação. Segue-se, pelas 12h00, a assinatura do protocolo de colaboração entre o Politécnico de Leiria e a Associação Helpo, que presta apoio às populações mais vulneráveis de países com baixo índice de desenvolvimento humano, através da sensibilização de financiadores que permitam a implementação de programas e projetos nas áreas chave da sua intervenção.

“Os estudantes vão frequentar um programa de formação de dois anos, através da realização de Cursos Técnicos Superiores Profissionais (TeSP) no Politécnico de Leiria. Até ao momento foram já acolhidos 13 estudantes, que serão oficialmente recebidos na segunda-feira, sendo expectável a vinda de um total 50 estudantes”, refere em comunicado o Politécnico de Leiria. Este acolhimento resulta da cooperação entre o Politécnico de Leiria e o Instituto de Bolsas de Estudo do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Moçambique, e conta com o apoio dos Municípios de Leiria, Caldas da Rainha, Peniche, Torres Vedras e Pombal.

Ainda segundo o Politécnico de Leiria, “esta acção assume um valor especial, neste caso específico, por abranger estudantes oriundos de uma zona que vive uma situação de emergência. Esta iniciativa contribui para criação de novas oportunidades e para a qualificação dos jovens moçambicanos, particularmente os da região norte de Moçambique, flagelados pelo extremismo violento, que destruiu infraestruturas públicas e privadas, nomeadamente instituições de ensino”.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Sofia de Medeiros/ALVORADA (arquivo)