Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

ESCO associou-se ao projecto Centros Locais de Educação Comunitária

escoprojectoclec

A ESCO - Escola de Serviços e Comércio do Oeste, em Torres Vedras, associou-se recentemente ao projecto Centros Locais de Educação Comunitária (CLEC), uma iniciativa da responsabilidade da Associação Cultural Coração em Malaca, dinamizada no âmbito do Programa Cidadãos [email protected], financiado pelo EEA Grants e gerido pela Fundação Calouste Gulbenkian, em consórcio com a Fundação Bissaya Barreto.

O projecto pretende ajudar a colmatar algumas das principais problemáticas associadas à população idosa (não institucionalizada) da região Oeste que não tenham rede de suporte e possibilidade de acompanhamento frequente, adoptando, para tal, uma abordagem intergeracional como estímulo ao voluntariado jovem, à valorização da população sénior e a experiências itinerantes de Artes e Letras.

Segundo um comunicado enviado ao ALVORADA pela instituição escolar, liderada pela lourinhanense Júlia Alfaiate, os direitos da pessoa idosa, o envelhecimento activo, o desenvolvimento comunitário e a integração da população idosa na comunidade são eixos prioritários “que inspiram o projecto e os seus parceiros” onde, para além da ESCO se incluem ainda a Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedas e o Campus Neurológico Sénior (CNS).

Assume-se como objectivo geral deste projecto “reforçar a coesão social e promover uma cidadania e envelhecimento activos, promovendo a integração e envolvimento da população idosa na comunidade”.

Enquanto objectivos específicos, o projecto visa mobilizar e formar a população mais jovem, através de voluntariado, para apoiar e acompanhar a população sénior valorizando os seus conhecimentos e experiência de vida adquiridos; promover campanhas para sensibilizar, informar e educar a população mais jovem para a valorização e respeito pelas pessoas idosas e para o seu papel na promoção de um envelhecimento activo e no combate à solidão; reforçar a capacidade de intervenção do promotor através de um diagnóstico e plano de acção; e avaliar o projecto e a sua implementação para intervenções futuras (findo o projecto).

Segundo a ESCO em breve será apresentado o plano de actividades a desenvolver no terreno, de forma itinerante entre as freguesias do concelho de Torres Vedras, às quais a escola se irá associar, numa primeira fase, através dos seus alunos que, em regime de voluntariado, irão participar nas mesmas, nomeadamente, nas áreas de Animação Sociocultural, mas, naturalmente, estendendo o convite a outros alunos e elementos da comunidade escolar “para virem abraçar este projecto, que a ESCO acarinhou desde o primeiro momento”.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Direitos Reservados