Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Oeste: três alojamentos hoteleiros distinguidos com prémios ‘Guia Boa Cama Boa Mesa’

Rio do Prado

Dois hotéis da região Oeste foram distinguidos este ano com prémios do ‘Guia Boa Cama Boa Mesa’. A equipa do guia do jornal ‘Expresso’ distinguiu com a ‘Chave de Ouro’ o ‘Areias do Seixo Charm Hotel’ (Mexilhoeira, Torres Vedras) e Rio do Prado (Arelho, Óbidos). Os prémios ‘Boa Cama Boa Mesa’ são dos mais prestigiados no setor da restauração e hotelaria em Portugal, reconhecendo, desde 2013, unidades que se destacam no nosso país.

Num ano considerado excepcional, o ‘Boa Cama Boa Mesa’ fez questão de distinguir igualmente a resiliência de uma área da economia que muito sofreu com a pandemia. Segundo o guia, "foram escolhidos simbolicamente 10 restaurantes e 10 alojamentos, tendo em conta critérios como o apoio à população local e aos profissionais de saúde, o investimento em tempo de crise e a capacidade de reinvenção, transversal ao sector". Na região Oeste foi distinguido o alojamento ‘Evolutee Hotel’ (Óbidos).

Em comunicado, o Turismo Centro de Portugal, que abrange 100 concelhos da região Centro - entre os quais os 12 do Oeste - frisa que a distinção obtida através destes prémios que abarcam dez hotéis e cinco restaurantes. A região recebeu 4 Chaves de Ouro, 3 Chaves de Prata, 1 Garfo de Ouro e 1 Garfo de Platina na edição deste ano. Além destes, houve ainda 3 Prémios Resiliência para alojamentos e 3 Prémios Resiliência para restaurantes.

“É com grande satisfação que a Turismo Centro de Portugal regista que, ano após ano, o ‘Boa Cama Boa Mesa’ continua a premiar os restaurantes e os hotéis da região. Os Garfos de Platina e de Ouro, as Chaves de Ouro e de Prata e os Prémios Resiliência assumem um valor ainda maior, num ano tão difícil para o sector como foi o de 2020. Estas distinções são uma evidência da capacidade que os empresários do Centro de Portugal têm de constantemente se reinventarem, continuando a pautar os seus serviços por elevados padrões de qualidade, na gastronomia e no saber receber”, destaca o presidente Pedro Machado.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Paulo Ribeiro/ALVORADA (arquivo)