Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

GNR de Óbidos deteve um homem por causar um incêndio florestal no concelho do Bombarral

GNR

O Comando Territorial de Leiria, através do Posto Territorial de Óbidos, deteve um homem de 50 anos por incêndio florestal no concelho de Bombarral. Em comunicado de imprensa da GNR, esta detenção ocorreu na sequência de um alerta de um incêndio, em que “os militares da Guarda deslocaram-se rapidamente para o local e apuraram que este teve origem numa queima de sobrantes, devidamente autorizada, que se descontrolou, tendo consumindo diversas árvores e vegetação circundante”.

O homem detido foi constituído arguido e os factos, ocorridos esta segunda-feira, foram remetidos para o Tribunal Judicial de Caldas da Rainha pela GNR, numa acção que contou com o apoio dos Bombeiros Voluntários de Bombarral.

Segundo a GNR, “a protecção de pessoas e bens, no âmbito dos incêndios rurais, continua a assumir-se como uma das prioridades da GNR, sustentada numa actuação preventiva, com o envolvimento de toda a população e demais entidades públicas e privadas, na salvaguarda da vida humana e na segurança do património de Portugal e dos portugueses”.

A GNR relembra as queimas de sobrantes são uma das principais causas de incêndios em Portugal. Em qualquer altura do ano é proibido queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração florestal ou agrícola sem pedir autorização ou fazer comunicação prévia. Para evitar acidentes, quem proceder a este tipo de trabalhos devem seguir as regras de segurança, estar sempre acompanhado e levar consigo o telemóvel.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Paulo Ribeiro/ALVORADA (arquivo)