Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Covid-19: Hospital Termal das Caldas da Rainha reabre no sábado e vai receber obras de reabilitação

hospital termal caldas da rainha

O Hospital Termal das Caldas da Rainha vai reabrir no sábado, após um encerramento de quatro meses devido à pandemia de Covid-19, anunciou hoje a Câmara Municipal.

Em comunicado, a Câmara Municipal das Caldas da Rainha refere que o Hospital Termal Rainha D. Leonor vai reabrir com um “reforço dos procedimentos sanitários”. “Neste contexto de pandemia, a possibilidade de reabrir o Hospital Termal é para os caldenses um factor de ânimo, que se sente como uma retoma à normalidade”, sublinha o presidente do executivo camarário, Fernando Tinta Ferreira, citado na nota.

De forma a cumprir todas as medidas da Direcção-Geral da Saúde, será limitado o número de utentes que poderá aceder ao equipamento e imposta a obrigatoriedade do uso de máscara e medição da temperatura corporal.

Na nota é ainda referido que a autarquia vai investir 1,2 milhões de euros na reabilitação da ala sul do hospital e numa intervenção na Igreja da Nossa Senhora do Pópulo, adjacente ao edifício. “Esta intervenção nas infraestruturas e equipamentos permitirá diversificar a oferta de tratamentos musculoesqueléticos, indicados para doenças reumatológicas e artrites, com novos duches e massagens, com uma modernização dos serviços de bem-estar”, indica o presidente da autarquia.

O Salão Nobre dos Paços do Município foi esta tarde palco da assinatura de um protocolo de colaboração entre a autarquia e o CHO - Centro Hospitalar do Oeste, permitirá às duas instituições colaborar na recuperação do Jardim de Água, uma composição artística do ceramista Ferreira da Silva, localizado no espaço público entre os Hospital Termal e a Unidade Hospitalar do CHO .

O Hospital Termal das Caldas da Rainha, apontado como o mais antigo do mundo com estas características, foi mandado edificar pela Rainha D. Leonor, estando na origem da cidade oestina.

Texto: ALVORADA com agência Lusa
Fotografia: União das Freguesias de Nª Srª do Pópulo, Coto e S. Gregório