Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Covid-19: Nova fase de vacinação no Oeste começou no Sobral e segue para as Caldas e Alcobaça

Vacinacao Idosos Covid 19

A nova fase de vacinação contra a Covid-19 na região Oeste começou no Sobral de Monte Agraço, seguindo-se Caldas da Rainha e Alcobaça na segunda-feira, disseram hoje os directores dos ACES - Agrupamentos dos Centros de Saúde

No Sobral de Monte Agraço, o concelho mais pequeno da região Oeste e do distrito de Lisboa em número de habitantes, uma centena de pessoas com mais de 80 anos ou mais de 50 anos e doenças associadas foi vacinada na quinta-feira, revelou António Martins, director do ACES Oeste Sul. Cerca de 400 cidadãos destes dois grupos foram também vacinados com ‘sobras’ do processo de vacinação a lares nos concelhos do Cadaval, Lourinhã, Mafra, Sobral de Monte Agraço e Torres Vedras , a área territorial deste agrupamento de centros de saúde que está tem sede na cidade torriense.

No ACES Oeste Norte, a vacinação à população arranca na segunda-feira em Alcobaça e Caldas da Rainha, onde em cada um dos concelhos vai ser vacinada uma centena de cidadãos dos dois grupos prioritários, disse à Lusa a directora Ana Pisco. A área do ACES Oeste Norte abrange os concelhos de Alcobaça, Bombarral, Caldas da Rainha, Nazaré, Óbidos e Peniche, no distrito de Leiria.

Cerca de 20 mil cidadãos vão ser vacinados em cada um dos ACES nesta fase de vacinação à população, dirigida para os grupos com mais de 80 anos de idade ou de 50 anos e com doenças associadas. A primeira fase, que se iniciou em 27 de Dezembro, abrangeu os profissionais de saúde directamente envolvidos na prestação de cuidados a doentes, funcionários e utentes de lares de idosos e da rede nacional de cuidados continuados integrados, assim como elementos das forças armadas, das forças de segurança, de serviços críticos e titulares de órgãos de soberania e altas entidades públicas.

A campanha de vacinação contra a Covid-19 no país foi planeada de acordo com a disponibilidade das vacinas contratadas para Portugal, que estão a ser administradas faseadamente a grupos prioritários, até que toda a população elegível esteja vacinada.

Desde o seu início, a pandemia provocou na região Oeste 20.889 casos de infeção, dos quais 4.624 continuam activos, 15.650 recuperaram e 615 morreram, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico revelado pela OesteCIM - Comunidade Intermunicipal do Oeste, que recolhe os dados das respectivas autoridades de saúde locais.

Texto: ALVORADA com agência Lusa
Fotografia: Lusa (arquivo)