Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Covid-19: Surto na fábrica de conservas ESIP de Peniche com 36 trabalhadores infectados

covid 19 J

Trinta e seis trabalhadores, num universo de 800, estão infectados pela Covid-19 na fábrica de conservas ESIP, em Peniche, onde foi detectado um surto, disse hoje o delegado de saúde. Jorge Nunes afirmou à agência Lusa que o surto começou no dia 1, tendo sido testados 638 dos cerca de 800 trabalhadores, dos quais 36 tiveram teste positivo ao novo coronavírus. O delegado de saúde adiantou que o surto "está estagnado", estando todas as linhas de produção da fábrica a funcionar dentro da normalidade.

Depois de a fábrica ter parado a laboração no período entre o Natal e o Ano Novo, foram efectuados testes a todos os trabalhadores no início do ano, na véspera de retomar a laboração, a 4 de Janeiro. Nessa ocasião, não foi detetado qualquer surto. Em junho de 2020, a fábrica teve um primeiro surto, com sete infectados, depois de 390 dos 850 trabalhadores terem sido testados à Covid-19.

Desde o início da pandemia, que a empresa implementou várias medidas de contingência contra a Covid-19, entre as quais a separação de turnos e de áreas, reforço da desinfecção e limpeza dos espaços, medição de temperatura à entrada de cada turno, uso de equipamento de protecção individual e colocação de dispensadores para higienização das mãos.

A ESIP - European Seafood Investments Portugal produz diariamente 60 toneladas de conservas de Peniche para todo o mundo, é a emprega que mais pessoas emprega no concelho de Peniche e é detida pela empresa tailandesa Union Frozen Products, a maior conserveira do mundo.

Desde que a pandemia começou, o concelho de Peniche contabiliza 1.544 casos confirmados, dos quais 481 estão activos, 1.026 pessoas recuperaram e 37 morreram.

Texto: ALVORADA com agência Lusa