Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Centro Hospitalar do Oeste com 75 novos médicos para o internato em 2021

CHO logo

Este ano são de 75 médicos internos que vão completar o seu processo de formação médica nos três hospitais públicos que integram o CHO - Centro Hospitalar do Oeste. Em 2021, a empresa pública que gere as unidades hospitalares de Caldas da Rainha, Peniche e Torres Vedras, recebe 64 médicos da Formação Geral e 11 de Formação Especializada em Pneumologia (1), Ginecologia/Obstetrícia (1), Ortopedia (1), Medicina Interna (4), Cirurgia Geral (2) e Pediatria (2). “Comparativamente ao ano anterior, este ano regista-se um aumento no número de médicos internos (mais 14) que escolheram o Centro Hospitalar do Oeste para realizar o internato médico”, destaca a instituição em comunicado enviado esta manhã ao ALVORADA.

Este ano, devido à actual situação de pandemia, a cerimónia de acolhimento promovida pela direcção do Internato Médico do CHO, decorreu em formato online na segunda-feira. O momento contou com as intervenções do secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, do presidente do Conselho Nacional do Internato Médico, João Carlos Ribeiro, do bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, e do médico-intensivista Gustavo Carona.

O Conselho de Administração do CHO, presidido por Elsa Baião, “congratula-se com a admissão destes 75 novos médicos, e com o aumento do número de internos que escolheram o CHOeste para completarem a sua formação médica, que representa o reconhecimento da qualidade da capacidade formativa da instituição”.

Recorde-se que o Internato Médico realiza-se após a licenciatura/mestrado integrado em Medicina e corresponde a um processo de formação médica especializada, teórica e prática, que tem como objectivo habilitar o médico ao exercício tecnicamente diferenciado na respectiva área de especialização. No primeiro ano, designado por Formação Geral, os médicos passam, durante nove meses, pelos serviços hospitalares de Medicina Interna, Pediatria e Cirurgia Geral. Os restantes três meses são dedicados à especialidade de Medicina Geral e Familiar e à Saúde Pública, nos Centros de Saúde do ACES - Agrupamento dos Centros de Saúde Oeste Norte e ACES Oeste Sul. No que respeita à Formação Especializada, pode ter a duração de quatro a seis anos, dependo da área de especialidade do médico.

O Centro Hospitalar do Oeste integra os hospitais de Caldas da Rainha, Torres Vedras e Peniche, tendo uma área de influência constituída pelas populações dos concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Torres Vedras, Cadaval e Lourinhã e de parte dos concelhos de Alcobaça e de Mafra.

Texto: ALVORADA