Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Covid-19: surto no Hospital de Torres Vedras provocou um óbito e tem 23 casos activos

CHO logo

O surto de Covid-19 no Hospital de Torres Vedras provocou a morte de um doente, anunciou esta manhã em comunicado o Conselho de Administração do CHO - Centro Hospitalar do Oeste. Estão infectados 17 doentes, menos dois comparativamente com o dia de ontem, por motivo de ocorrência de uma alta e do óbito. Estão ainda em isolamento cerca de 12 doentes na área de internamento Covid-19.

Segundo o CHO, até agora foram testados 131 funcionários e os 76 doentes dos serviços envolvidos. Estão ainda infectados seis profissionais relacionados com o surto.

"Estão a ser cumpridas todas as regras impostas pela Autoridade de Saúde e encontra-se em curso a desinfecção dos serviços, de forma a que o hospital continue a ser um local seguro para a prestação de cuidados”, esclarece ainda a empresa pública presidida pela administradora Elsa Baião.

A presidente do conselho de administração do CHO disse ontem à agência Lusa que os primeiros casos surgiram no domingo, sendo que os doentes infectados estavam internados na unidade hospitalar torriense devido a outros patologias.

Devido ao surto e à sobrelotação de doentes na urgência e nos serviços de internamento, os doentes emergentes estão a ser reencaminhados para outras urgências hospitalares. "Como temos os serviços e a capacidade de internamento sobrelotada e estamos também a fazer a desinfecção dos espaços por causa do surto, não conseguimos receber doentes que chegam de ambulância de emergência e que são reencaminhados por via do CODU - Centro de Orientação de Doentes Urgentes", explicou ontem a administradora hospitalar.

Sem prazos para voltar a receber os doentes urgentes, Elsa Baião disse que o problema deverá ficar resolvido à medida que sejam dadas altas de internamento. O Hospital de Torres Vedras está também a reencaminhar doentes infectados a necessitar de internamento hospitalar, por ter esgotado a capacidade de internamento, com as 23 camas existentes.

O Centro Hospitalar do Oeste integra os hospitais públicos de Caldas da Rainha, Torres Vedras e Peniche, tendo uma área de influência constituída pelas populações dos concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Torres Vedras, Cadaval e Lourinhã e de parte dos concelhos de Alcobaça e de Mafra.

Texto: ALVORADA com agência Lusa