Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Peniche: Dia da Unidade de Controlo Costeiro da GNR assinalado com nova embarcação

GNR UCC Peniche Dia Unidade

O Dia da Unidade de Controlo Costeiro da GNR - Guarda Nacional Republicana foi hoje assinalada no Subdestacamento de Controlo Costeiro de Peniche com a inauguração da nova lancha do ‘Coastal Patrol Boat’ - ‘Mar de Creta’. Esta lancha de patrulha e intercepção tem por objectivo a fiscalização costeira e abordagem a outras embarcações, uma capacidade máxima para 12 pessoas e mede 11,40 metros.

Contando com a presença do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e do comandante-geral da GNR, tenente-general Rui Clero, durante o programa da cerimónia militar foram impostas condecorações e homenageados os militares já falecidos, tendo ainda contado com uma visita à ‘Mobile Surveillance Vehicle ‘(MSV). Para além da nova lancha, o governante inaugurou um veículo para esta unidade militar. Acompanhou também a cerimónia o presidente da Câmara Municipal de Peniche, Henrique Bertino.

A Unidade de Controlo Costeiro é a unidade especializada responsável pelo cumprimento da missão da GNR em toda a extensão da costa e no mar territorial, com competências específicas de vigilância, patrulhamento e intercepção terrestre ou marítima em toda a costa e mar territorial. Compete ainda à UCC da GNR gerir e operar o Sistema Integrado de Vigilância, Comando e Controlo (SIVICC), distribuído ao longo da orla marítima, estando localizado na Praia de Paimogo, no concelho da Lourinhã, um posto deste sistema de segurança.

Eduardo Cabrita afirmou em Peniche que a UCC vai ter "um incremento da sua actividade", tendo em conta o seu papel no controlo da maior fronteira externa marítima da União Europeia, na segurança da pesca, na investigação criminal contra o tráfico de droga e de seres humanos e no acompanhamento de fluxos migratórios. O governante anunciou que as 23 embarcações afectas à UCC vão ser reforçadas por um navio, previsto para o primeiro trimestre de 2021, "marcando a diferença no reforço do controlo da fronteira marítima continental e nas regiões autónomas". 

O governante, que falava à margem da cerimónia, sublinhou que o reforço da rede de controlo costeiro da GNR vai ser concretizado "até ao final do ano" na Região Autónoma da Madeira e está a ser equacionado para os Açores. "Até final do ano, vamos concluir a rede de controlo na Região Autónoma da Madeira, com quatro postos e, no início do ano, o modelo de vigilância de costa estará em pleno funcionamento", disse à agência Lusa Eduardo Cabrita. O Ministério da Administração Interna está também a equacionar alargar o programa de vigilância costeiro à Região Autónoma dos Açores. "Estamos a avaliar e a definir qual o quadro financeiro para alargar a vigilância de costa à Região Autónoma dos Açores", adiantou.

Texto: ALVORADA com agência Lusa
Fotografia: Município de Peniche