Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Covid-19: Surto em embarcações de pesca sobe para 30 infectados em Peniche

estaleiros navais de peniche

O surto em embarcações de pesca de longo curso acostadas para reparação nos Estaleiros Navais de Peniche (ENP) aumentou de 20 para 30 infectados, depois de conhecidos os resultados dos testes à Covid-19, disse hoje fonte da empresa.

Magda Bordes, responsável pelo Departamento de Ambiente, Segurança e Qualidade dos ENP, revelou hoje à agência Lusa que estão infectados 29 tripulantes das embarcações e um trabalhador dos ENP. Os casos aumentaram, depois de obtidos os resultados dos testes à Covid-19, cerca de 50 realizados aos tripulantes e 20 a trabalhadores dos ENP. Segundo a mesma fonte, há já três casos recuperados.

Os primeiros casos de doentes infectados foram detectados há duas semanas, depois de os tripulantes terem concluído o seu trabalho e, em virtude de irem regressar de avião ao seu país de origem, terem sido testados ao vírus SARS-CoV-2.

Por terem surgido casos positivos, a autoridade de saúde decidiu testar todos os tripulantes de quatro embarcações, que se encontram nos Estaleiros Navais de Peniche, sendo todos de nacionalidades estrangeiras, na maioria de países africanos e da Oceânia. "Como as instalações dentro dos navios são exíguas e não há distanciamento, foram identificados 19 casos confirmados", explicou o delegado de saúde Renato Martins, adiantando que a origem do contágio terá sido devido a contactos em terra, em Peniche. Os tripulantes que estão negativos permanecem dentro dos navios, enquanto os positivos foram realojados pela Protecção Civil em residências na cidade. Segundo o delegado de saúde, "o surto está controlado".

Peniche contabiliza actualmente 133 casos confirmados, dos quais 53 estão activos, 76 recuperaram e quatro pessoas morreram vítimas da pandemia.

Texto: ALVORADA com agência Lusa
Foto: Paulo Ribeiro/ALVORADA (arquivo)