Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Covid-19: Câmara Municipal de Peniche aprovou restrições para a Ilha da Berlenga

Berlengas

A Câmara Municipal de Peniche revelou hoje a implementação de medidas de prevenção e de protecção no âmbito do combate à Covid-19 na Ilha da Berlenga. O presidente do executivo camarário, Henrique Bertino, decidiu que, até 31 de Agosto, “deverão ser garantidas” várias restrições, nomeadamente a utilização da praia que deve ser “única e exclusivamente para acesso a banhos de mar, estando assim interditos os banhos de sol e a permanência no areal” e que “a actividade de campismo fica interdita”.

Segundo as directrizes emitidas pela edilidade, a higienização e desinfecção das instalações sanitárias será realizada com intervalos de duas horas. Já a utilização dos chuveiros públicos fica interdita a todos os visitantes, “exceptuando-se os pescadores e demais frequentadores da ilha que tenham de permanecer durante a noite na mesma”. A utilização das instalações sanitárias fica condicionada à utilização de máscara - aprovada no âmbito da protecção respiratória a considerar para a pandemia - e calçado.

Estas regras foram tomadas pela autarquia após recolher os pareceres da Delegação de Saúde de Peniche e da Agência Portuguesa do Ambiente,“considerando a declaração da situação de alerta” e que “existe a necessidade de implementar medidas de prevenção e de protecção que garantam a salvaguarda da vida e a mitigação da propagação da infecção na ilha da Berlenga”.

Ainda no âmbito do combate à pandemia causada pelo novo coronavírus, Henrique Bertino decidiu manter encerrado ao público por tempo indeterminado vários serviços: Escola de Rendas de Bilros, Centro de Convívio, Piscinas Municipais, Centro de Alto rendimento e Estúdio Municipal de Dança. Mantém-se a interdição do uso de todos os parques infantis e espaços de jogos e de lazer públicos e municipais. O acesso ao Mercado Municipal permanece condicionado, não podendo entrar mais de 60 pessoas (utentes/clientes) de cada vez.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Paulo Ribeiro/ALVORADA (arquivo)