Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Unidade de Hospitalização Domiciliária do CHO assistiu 285 doentes no primeiro ano

Logotipo UHD CHOeste

A Unidade de Hospitalização Domiciliária (UHD) do CHO - Centro Hospitalar do Oeste prestou cuidados de saúde no domicílio a 285 doentes, no âmbito do primeiro ano de actividade, libertando 3.022 dias de internamento convencional no hospital. Em comunicado, a instituição que gere os três hospitais públicos da nossa região sublinha que destes 285 doentes assistidos no domicílio, registou-se uma demora média de 10,6 dias no internamento. Verificou-se ainda que 49% eram do género feminino e 51% do género masculino. A média de idades é de 70 anos (doente mais jovem 18 anos e o mais idoso 102 anos).

Este serviço hospitalar do CHO, “devido às suas especificidades geográficas”, tem em funcionamento duas equipas, uma na Unidade Hospitalar de Caldas da Rainha e outra na Unidade Hospitalar de Torres Vedras. As equipas, constituídas por médicos, enfermeiros, uma assistente técnica, uma gestora, uma assistente social, uma farmacêutica e uma nutricionista, têm a seu cargo uma lotação de cinco camas cada, traduzindo-se numa lotação total de 10 camas.

Tendo em conta o universo de doentes que usufruíram do apoio das equipas de Hospitalização Domiciliária do CHO, 99% dos utentes classificaram como “muito satisfeitos”, enquanto que 1% classificou como “satisfeito”. Este serviço comemorou o primeiro aniversário esta quarta-feira, dia 3, tendo nos 12 meses as equipas percorrido um total de 90.849 quilómetros pelos concelhos da área de influência, ou seja, de Mafra até à freguesia de Benedita, no concelho de Alcobaça.

“O Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Oeste enaltece o trabalho, empenho e dedicação das equipas da Unidade de Hospitalização Domiciliária. Os resultados positivos ao fim de um ano de actividade assistencial, reforçam a relevância deste projecto na prestação de cuidados de saúde de qualidade e de proximidade aos utentes da região Oeste”, refere a instituição presidida por Elsa Baião em comunicado enviado ao ALVORADA.

A UHD agradece publicamente “a generosidade aos parceiros da comunidade”, nomeadamente à Caixa Agrícola de Torres Vedras pela oferta de uma viatura que possibilita as visitas da equipa aos doentes internados no domicílio, à Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Caldas da Rainha, Óbidos e Peniche pela oferta de outra viatura, bem como à Câmara Municipal de Torres Vedras pela oferta de equipamentos “fundamentais à pratica da prestação de cuidados diários aos doentes internados no domicílio”.

O CHO integra os hospitais de Caldas da Rainha, Torres Vedras e Peniche, tendo uma área de influência constituída pelas populações dos concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Torres Vedras, Cadaval e Lourinhã e de parte dos concelhos de Alcobaça e de Mafra.

Texto: ALVORADA