Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

COVID-19: PSD/Oeste reuniu a Comissão Política Distrital e apresenta propostas na resposta à crise

PSD Oeste II

A Comissão Política Distrital do PSD Oeste esteve reunida esta segunda-feira à noite, em teleconferência, para analisar a situação pandémica que o país está a viver, tendo emitido um comunicado onde mostra o seu pesar a todas as pessoas que já perderam familiares e amigos devido à infecção provocado pelo novo coronavírus. A estrutura social-democrata oestina mostra também a sua gratidão aos profissionais de saúde, segurança, bombeiros, protecção civil e serviços essenciais que se mantêm no activo, para que o fundamental não falte aos doentes e à população em geral.

No documento, o órgão político liderado pelo também deputado Duarte Pacheco, apela “a todos os cidadãos para respeitarem as orientações das autoridades de saúde, nomeadamente a prática do isolamento, de modo a que, em conjunto, consigamos parar a proliferação desta doença e, assim, salvar muitas vidas”. “O PSD Oeste acredita que o esforço conjunto que os portugueses estão a desenvolver permitirá superar esta fase difícil da nossa história e que, tal como no passado, o país saberá reerguer-se e retomar o caminho de progresso social e económico que todos ambicionam”, é sublinhado no comunicado.

É também expressado o “apreço pelo esforço de todas as entidades públicas – Presidente da República, Governo, Assembleia da República, Autarquias – para que, a uma só voz, o Estado Português defina a melhor estratégia para minimizar o impacto desta pandemia na saúde e na economia, independentemente de no futuro se poder fazer uma melhor avaliação sobre o modo como lidámos com esta pandemia”.

O PSD/Oeste está, contudo, preocupado “com a inevitável consequência económica da crise pandémica. Se muitas das medidas já apresentadas merecem um apoio unânime, importa apelar à sua efectiva concretização no terreno”. E deixa à “reflexão das autoridades” vários pontos, como o regime de ‘lay-off’ que deve contemplar a situação de sócio-gerente, “que é, frequentemente, um dos poucos trabalhadores das microempresas afectadas por esta crise”. Já quanto aos financiamentos bancários às empresas devem ter comissões e ‘spreads’ proporcionais à taxa de juro nominal, “de modo a não agravar substancialmente o preço do financiamento e aumentar extraordinariamente os lucros do sector financeiro”.

Por outro lado, quanto aos estabelecimentos prisionais, é defendido que, em relação aos detidos, deve-se ter em consideração que a “detenção com pulseira electrónica, e não a redução de pena, deve ser, sempre que possível, o regime adoptado para a diminuição da população prisional”.

Há também a necessidade, para o PSD/Oeste, de assegurar apoio médico e de enfermagem para as vários estruturas hospitalares de campanha e espaços de acolhimento que as autarquias Locais, nomeadamente no Oeste, estão a disponibilizar ao Serviço Nacional de Saúde. “A premência de realizar testes de detecção da Covid-19 aos profissionais e utentes dos lares e outras unidades de apoio sénior, atendendo à vulnerabilidade desta comunidade”, é outra medida defendida. Para além da “indispensabilidade de garantir a transparência em toda a informação disponibilizada pela Direcção-Geral da Saúde sobre esta crise pandémica, mantendo-se a divulgação da informação por freguesia, como definida inicialmente”.

O PSD/Oeste abrange as concelhias de Lourinhã, Cadaval, Alenquer, Arruda dos Vinhos, Sobral de Monte Agraço e Torres Vedras.

Texto: ALVORADA.