Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

COVID-19: Centro Hospitalar do Oeste implementa novas medidas de prevenção

covid 19 1320x420

No âmbito da infecção pelo novo coronavírus, o Conselho de Administração do CHO - Centro Hospitalar do Oeste restringiu o horário das visitas aos doentes internados com o intuito de reforçar a sua segurança, a dos visitantes e profissionais nas três unidades hospitalares: Caldas da Rainha, Peniche e Torres Vedras.

Em comunicado enviado ao ALVORADA, o CHO informa que as visitas devem cumprir as várias orientações, nomeadamente que apenas é autorizada uma visita por dia por doente nos seguintes horários:

Unidade de Torres Vedras: das 17h00 às 18h00 - Pneumologia, Medicina A e Ortopedia 1 - entrada de visitas pela Entrada Principal; Ortopedia 2, Cirurgia A e B, e Medicina B - entrada de visitas pela Consulta Externa.

- Unidade de Peniche: 18h30 às 19h30.

- Unidade de Caldas da Rainha - Ginecologia: 15h00 às 16h00; Medicina: 16h00 às 17h00; Cirurgia: 18h00 às 19h00; Pediatria - um acompanhante durante 24h00; Bloco de Partos - a grávida mantém o direito ao acompanhamento pelo pai do bebé; Unidade de Cuidados Especiais Neonatais - mantém o acompanhamento pelos pais; Internamento de Obstetrícia - mantém o acompanhamento pelo pai das 9h00 às 20h00, sendo que as restantes visitas não são permitidas.

O CHO alerta ainda a população de que se tiver febre, tosse, expectoração, falta de ar, cansaço, e tenha regressado do estrangeiro ou contactado com doentes com queixas respiratórias não pode realizar a visita. Nas salas de espera da Consulta Externa e dos MCDT’s - Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica, só é permitida a permanência dos utentes que estão a aguardar consulta/exame. A presença de acompanhante só é permitida caso o doente seja dependente.

O Conselho de Administração do CH relembra a população que, na presença de sintomas como febre, tosse, falta de ar, cansaço, e que tenha regressado do estrangeiro ou contactado com doentes com queixas respiratórias não deverá recorrer às urgências hospitalares, mas contactar a linha telefónica SNS 24: 808 24 24 24.

Texto: ALVORADA