Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

UFLA volta a organizar Festival da Abóbora que regressa ao Pavilhão Multiusos da Atalaia até este domingo

festivalabobora

Depois de dois anos de interregno devido à pandemia de Covid-19, o Festival da Abóbora regressa esta sexta-feira ao Pavilhão Multiusos da Atalaia. Numa organização da União de Freguesias da Lourinhã e Atalaia (UFLA), a sétima edição desta iniciativa decorre entre 28 e 30 deste mês. As entradas, como tem sido tradição, são livres. Durante os três dias do certame os visitantes podem apreciar exposições de abóboras de vários géneros e tamanhos, degustar a gastronomia e doçaria confeccionadas com abóbora, mostras de artesanato, esculturas de abóboras, participar em ‘workshops’, ‘showcookings’ e nas jornadas técnicas, bem como assistir à animação musical com ranchos e grupos de música tradicional portuguesa.

Segundo revelou a UFLA em comunicado enviado ao nosso jornal, o Festival da Abóbora é um evento familiar, recreativo e cultural, com uma componente técnica e de cariz solidária tendo a maior área nacional com abóboras em exposição. “Ano após ano temo-nos superado em novidades. Em 2022 teremos o prazer de ter em exposição uma abóbora gigante acima dos 700 quilos”, disse Pedro Margarido, presidente do executivo da UFLA.

Esta edição conta com aproximadamente 50 expositores entre artesãos, doçaria, gastronomia e instituições locais. Este ano, o evento não terá a já tradicional venda solidária da torta gigante. Contudo, a venda de abóboras e acções solidárias no local irão reverter a favor da ADAPECIL.

Das várias actividades que irão decorrer no recinto, a organização destaca, na sexta-feira, pelas 18h00, a cerimónia de inauguração com a presença de representantes de entidades regionais e nacionais e, pelas 19h30, o V Concurso Nacional de Doçaria com Abóbora. No sábado irão decorrer as Jornadas Técnicas sobre Agricultura e a Cultura da Abóbora, aberta aos produtores e empresários agrícolas e público interessado, a partir das 14h30. Nesta sessão serão abordadas as temáticas ‘Gestão de Rega na Cultura da Abóbora’ e ‘Principais Problemas Fitossanitários da Cultura da Abóbora’. No domingo, o destaque vai para a realização do V Concurso Nacional da Abóbora, pelas 11h00, com entrega de prémios às 17h00.

A organização do festival está a promover ainda no âmbito da dinamização da cultura da abóbora e dos produtos locais uma Semana Gastronómica que está a decorrer até 30 de Outubro nos restaurantes aderentes: Noiva do Mar - Restaurante; Restaurante e Cervejaria Castelo; Terra à Terra Restaurante; BioFrade “Loja da Horta”; Restaurante Adega do Careca; Páteo Ibérico; Areal Beach Bistrot by Chakall; Restaurante Barracão do Petisco. Segundo a UFLA, este evento vai permitir a todos os turistas e visitantes “deliciarem-se com inúmeras iguarias preparadas com este ingrediente”, tais como abóbora recheada com vitela, salteado de bacalhau com abóbora, crepes de doce de abóbora com amêndoa e muitos outros.

Esta edição do Festival da Abóbora decorre na sexta-feira das 18h00 às 24h00, no sábado das 11h00 às 24h00 e no domingo das 11h00 às 19h00.

PROGRAMA COMPLETO DA 7ª EDIÇÃO DO FESTIVAL DA ABÓBORA

SEXTA-FEIRA - abertura das exposições e cerimónia oficial de inauguração (18h00), João Braz ‘Acoustic Guitar Concert’ (19h00), concurso de doçaria (19h30), abertura dos restaurantes (20h00), demonstração das classes de Ginástica Acrobática do Hóquei Clube da Lourinhã (21h30), entrega de prémios do concurso de doçaria (22h30), Fado & Acordeão com Mónica Severino e Rodrigo Maurício (23h30).

SÁBADO - abertura das exposições (11h00), abertura dos restaurantes (12h30), Jornadas Técnicas sobre Agricultura e a Cultura da Abóbora (14h30), prova organoléptica da Aguardente D.O.C Lourinhã promovida pela Colegiada da N.ª Sra. da Anunciação pelo recinto do festival (18h00), abertura dos restaurantes (19h30), actuação do Grupo de Cavaquinhos da Zambujeira do Mar e Serra do Calvo (21h30), actuação do Rancho Folclórico ‘As Moleirinhas do Seixal’ (22h30), animação com Nuno Fonseca (23h30).

DOMINGO - abertura das exposições (11h00), concurso de abóboras (11h30), abertura dos restaurantes (12h30), animação com ‘Vira Vadio’ (14h30), actuação do grupo ‘Pé d’Areia’ (16h00), entrega de prémios do concurso de abóboras (17h00), actuação de ‘Baixinho do Fado’ - Terra Velhinha (18h00), encerramento do festival (19h00).

Texto e fotografia: Sofia de Medeiros/ALVORADA