Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Secretária de Estado da Administração Interna acompanhou reabertura do Posto da GNR da Moita dos Ferreiros

GNR Moita Ferreiros reabertura 30062022

A secretária de Estado da Administração Interna, Isabel Oneto, visitou nesta tarde de quinta-feira o Posto da GNR na Moita dos Ferreiros, que reabriu ontem, após a conclusão das obras de adaptação do edifício cedido pela Junta de Freguesia. Localizado junto ao Centro de Cultura e Recreio, na Estrada Nacional 361 que atravessa a vila, as instalações foram cedidas ao abrigo de um contrato de comodato celebrado entre a Junta de Freguesia de Moita dos Ferreiros e a Guarda Nacional Republicana.

Acompanhada pelo brigadeiro-general Rui Veloso, adjunto do Comandante Operacional, e do comandante do Comando Territorial de Lisboa, tenente-coronel Quatorze Pereira, entre outros militares da GNR, Isabel Oneto foi recebida pelos presidentes da Câmara Municipal e da Assembleia Municipal, João Duarte Carvalho e Brian Silva, respectivamente, e, ainda, pelo presidente da Junta de Freguesia, Rui Perdigão, entre outros autarcas.

O Posto de Atendimento da Moita dos Ferreiros da GNR funciona com a presença de um militar, de segunda a sexta-feira, entre as 9h00 e as 17h00. Fora desse período está disponível para o público o número de telefone 261 459 103, 24 horas por dia, bem como o serviço de videoporteiro junto à porta de entrada do posto, que, em caso de ser acionado, encaminha o utente para o Comando de Lisboa da GNR.

As obras de adaptação do edifício onde está agora localizada a GNR da Moita dos Ferreiros, que continua a depender do Posto Territorial da Lourinhã, já há muitos meses que deveriam estar concluídas, mas diversas vicissitudes atrasaram a conclusão do processo. Orçadas em 34.420,24 euros, este investimento foi comparticipado pelo Município da Lourinhã, que transferiu a verba para a Junta de Freguesia, que por sua vez foi a responsável pela supervisão da obra.

Em comunicado, a Câmara Municipal sublinha que “esta reinstalação resultou da evidente falta de condições do anterior edifício, onde se encontrava instalado o posto territorial e resulta de uma forte articulação entre todas as instituições envolvidas, que culminou na cedência das novas instalações por parte da junta de freguesia”.

Notícia desenvolvida na próxima edição impressa do ALVORADA.

Texto e fotografia: Paulo Ribeiro/ALVORADA