Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Quercus: praias da Peralta, Porto Dinheiro e Valmitão distinguidas com ‘Qualidade de Ouro’

quercus bandeira qulidade ouro 2020

As praias da Peralta (Atalaia), Porto Dinheiro e Valmitão (Ribamar) foram distinguidas este ano com ‘Qualidade de Ouro’ pela associação ambientalista Quercus, que atribuiu a bandeira de ‘Qualidade de Ouro 2022’ a 440 zonas balneares portuguesas, o maior número de sempre, sendo mais 47 praias face ao ano anterior.

Em comunicado hoje divulgado, a Quercus revelou a listagem das 440 praias distinguidas com a qualidade de ouro, “um valor recorde na história deste galardão”, que avalia a qualidade das águas balneares nacionais.

Das 440 praias galardoadas em 2022, 359 são costeiras, 72 interiores e nove de transição, sendo que a região Tejo e Oeste voltou a registar o maior número de praias galardoadas, com 103, seguida da região do Algarve, com 86, e da região Norte, com 78.

As regiões autónomas dos Açores e da Madeira também verificaram uma subida, com mais 12 e cinco praias galardoadas, respectivamente, para um total de 54 e 35.

De acordo com a Quercus, foram distinguidas mais 47 praias em relação a 2021, com a região Centro a registar a maior subida (de 23 praias, equivalente a um aumento de 85%), destacando-se, igualmente, o aumento das praias do interior com qualidade de ouro, 72 no total.

Na costa Oeste foram distinguidas 38 praias: Alcobaça (6): Água de Madeiros, Légua, Paredes de Vitória, Pedra do Ouro, Polvoeira e São Martinho do Porto; Caldas da Rainha (2): Foz do Arelho-Lagoa e Praia do Mar; Lourinhã (3): Peralta, Porto Dinheiro e Valmitão; Nazaré (2): Nazaré e Salgado; Óbidos (2): Bom Sucesso e Vale de Janelas; Peniche (10): Baleal Norte, Baleal Sul, Baleal-Campismo, Consolação, Consolação Norte, Cova da Alfarroba, Gamboa, Medão-Supertubos, Peniche de Cima, e São Bernardino; Torres Vedras (13): Amanhã (Santa Cruz), Azul, Centro (Santa Cruz), Física (Santa Cruz), Formosa, Foz do Sizandro-Mar, Mirante (Santa Cruz), Navio, Pisão (Santa Cruz), Porto Novo, Santa Helena, Santa Rita-Norte e Santa Rita-Sul.

Segundo os critérios definidos para a atribuição do galardão em 2022, está a qualidade da água “excelente” nas épocas balneares de 2017 a 2020 (não são ainda conhecidas as classificações de 2021) e não ter sido registado qualquer tipo de ocorrência/aviso de desaconselhamento da prática balnear, proibição da pratica balnear e/ou interdição temporária da praia na época balnear de 2021.

Também todas as análises realizadas na época balnear de 2021 devem ter resultados melhores do que os valores definidos para o percentil 95 do anexo I da Directiva relativa às águas balneares.

Isto é, para águas costeiras e de transição, todas as análises deverão apresentar valores inferiores a 100ufc/100ml (unidade formadora de colónias/mililitro) para os enterococos intestinais e inferiores a 250ufc/100ml para a Escherichia coli; e para águas interiores, 200ufc/100ml e 500ufc/100ml, respectivamente.

Texto: ALVORADA com agência Lusa
Fotografia: Direitos Reservados