Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

CPCJ da Lourinhã assinala Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância com diversas actividades

distribuicaosacospaocpcj

Em Abril assinala-se o Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância. Neste âmbito, a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) da Lourinhã tem estado a celebrar a efeméride com diversas actividades que visam alertar para a Promoção dos Direitos e Protecção das Crianças e Jovens.

Deste modo, o grupo da Comissão Alargada procedeu ontem, dia 29, à distribuição de 1200 sacos de papel para o pão com o slogan ‘Serei o que me deres... que seja Amor’ pelo comércio local. Foram igualmente distribuídos flyers alusivos à temática, a história do Laço Azul e laços azuis.

Às associações do concelho foram entregues flyers de divulgação da temática do mês de Abril ‘Serei o que me deres... que seja Amor’; a história do Laço Azul; e laços azuis.

Destinado à comunidade escolar, foram elaborados laços azuis de diferentes materiais e tamanhos, como alerta à não violência, baseados na História do Laço Azul de Bonnie W.Finney. Foram também construídos poemas alusivos à temática ‘Serei o que me deres… que seja amor’; a exploração da história/projecto de Rua - Livro Azul - livro interactivo com informação, desafios/cruzadas/pintura - do Instituto de Apoio à Criança (IAC); bem como a dramatização em sala de aula baseada na ‘história do Laço Azul’ .

A celebração do mês de Abril, referenciado como o Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância, tem vindo a ser partilhada ao longo dos anos, pelas diferentes instituições em especialmente as que envolvem as comunidades educativas e demais parceiros sociais enquanto actores na formação duma cidadania activa, positiva e consciente das crianças e jovens das comunidades.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Sofia de Medeiros/ALVORADA