Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

‘Museu na Aldeia’: projecto Sociedade Artística Musical dos Pousos trouxe aldeia de Alcanadas ao Museu da Lourinhã

museunaaldeia1

O projecto SAMP (Sociedade Artística Musical dos Pousos) ‘Museu na Aldeia’ trouxe a aldeia de Alcanadas (Batalha) ao Museu da Lourinhã esta terça-feira, dia 8. No decorrer desta visita, que contou com a presença dos dois núcleos da Moita dos Ferreiros do Clube Idade + bem como da comunidade idosa de Alcanadas afecta a este projecto, foi inaugurada a obra colectiva, criada em conjunto com os profissionais do museu envolvido e a equipa SAMP.

A obra ‘Arca da Salvação’ está patente no Museu da Lourinhã, de 9 de Março a 26 de Junho, sendo acessível ao público de terça-feira a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00. Trata-se de uma homenagem à lenda associada à origem do nome da aldeia (Alcanadas) “e, tal como a Arca de Noé, esta obra, construída com recurso a madeira utilizada em exposições anteriores do projecto, assegura a salvação de exemplares absolutamente únicos”, referiram os responsáveis pela iniciativa.

A apresentação de meteoritos, réplicas de ossos de dinossauros e outros elementos que retratam a extinção da vida na Terra, cedidos pelo Museu da Lourinhã, “convidou a comunidade a reflectir sobre o que gostariam de salvar nos dias de hoje”. Assim sendo, “mais do que uma obra colectiva, esta arca é um abrigo do imaginário individual de cada criador e acolhe objectos, mensagens e fotografias que representam tanto entes queridos dos participantes, como palavras de esperança para a humanidade, tornando-a num veículo transmissor de histórias, desejos e necessidades nela guardados”.

museunaaldeia2

O projecto SAMP ‘Museu na Aldeia’, que tem como principal objectivo ajudar a combater e reduzir a solidão e isolamento, é direccionado a idosos ainda autónomos com mais de 65 anos, dos 26 municípios da Rede Cultura 2027, que vivem em ambientes rurais isolados e demograficamente mais reduzidos, impedidos de aceder à cultura.

Este projecto é cofinanciado pelo PO ISE - Portugal 2020, através da Iniciativa Portugal Inovação Social, e tem como investidor social a Câmara Municipal de Leiria, juntando ainda a Rede Cultura 2027 como parceira que reúne museus, câmaras municipais, juntas de freguesia, associações e instituições dos 26 municípios em rede, entre os quais o Município da Lourinhã.

Texto e fotografias: Sofia de Medeiros/ALVORADA