Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Assembleia Municipal da Lourinhã assinala hoje 45 anos sobre a primeira tomada de posse

45anosassembleiamunicipal

Foi a 15 de Fevereiro de 1977 que, pela primeira vez, tomou posse a Assembleia Municipal da Lourinhã, pelas mãos do vice-Governador Civil de Lisboa, José Manuel Cipriano Mouzinho de Albuquerque Duarte. A cerimónia decorreu no edifício da Câmara Municipal da Lourinhã, à data, ainda localizado na Praça Marquês de Pombal.

Na sessão estiveram presentes o presidente da Câmara Municipal da Lourinhã, José Máximo da Costa e os vereadores em exercício, o director do jornal ALVORADA, Padre António Escudeiro Pereira e José Fernando Marques da Silva.

Tomaram posse, enquanto membros da Assembleia Municipal, os cidadãos António José da Silva Prazeres, Casimiro da Silva, César Luís Alfaiate da Anunciação, Henrique Dionísio Ribeiro, Horácio da Silva Gomes, João Adriano do Rosário e Silva Patrício, João Marques, João Pedro de Carvalho, José António Simões, José João Patrício, José Manuel Dias Custódio, José Maria Gomes da Silva, Libertário do Rosário Anastácio, Luís Tomás Sarreira, Manuel Joaquim Simões Mota, Maria Joaquina dos Santos Cruz Ferreira, Mariano Vicente e Martim José Rodrigues Delgado.

Como o ALVORADA noticiou na ocasião, o vice-Governador Civil de Lisboa proferiu um pequeno discurso, em que se referiu ao “gratíssimo dever” daquelas palavras, salientando “o ineditismo daquela Assembleia, expressão autêntica do povo e dos partidos, à consequente responsabilidade perante os eleitores e ao espírito democrático que deve presidir a todo o trabalho que lhe era confiado: unidade na diversidade”.

Segundo uma nota enviada pelo Município da Lourinhã, o Poder Local Democrático, composto pelas autarquias locais, que se subdividem em municípios, cujos órgãos são a Câmara Municipal e a Assembleia Municipal e as freguesias, cujos órgãos são a Junta de Freguesia e a Assembleia de Freguesia, “foi uma das conquistas mais importantes do 25 de Abril de 1974”.

A Assembleia Municipal da Lourinhã tem desenvolvido, para além dos habituais plenários ordinários e extraordinários, sessões públicas nas freguesias. Estas iniciativas, denominadas ‘Ouvir os Cidadãos’, têm por objectivo proporcionar a todos os munícipes, de forma descentralizada, a possibilidade de diálogo com as diferentes forças políticas representadas naquele órgão, constituindo-se como mais um instrumento de participação.

Hoje, dia 15, a União de Freguesias de Miragaia e Marteleira acolherá mais uma sessão, a ser realizada delegação de Marteleira, Av. 1º Janeiro 4, Marteleira, entre as 18h30 e as 20h00.

Texto: ALVORADA