Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro galardoado pela Associação Portuguesa de Museologia

CIBV 2019

O CIBV - Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro foi hoje galardoado com o prémio Projecto de Educação e Mediação Cultural, atribuído pela Associação Portuguesa de Museologia (APOM), anunciou a organização, em Lisboa. O espaço museológico gerido pelo Município da Lourinhã foi distinguido com este prémio juntamente com o Município de Cascais com o ‘Espaço Memória dos Exílios, Laboratório de História’ e com o Museu Municipal Carlos Reis (Torres Novas) com ‘O Visível do Invisível’.

O anúncio da atribuição destes prémios ocorreu durante uma cerimónia realizada no Museu de Marinha, onde foi apresentado um palmarés com 32 prémios relativos ao ano anterior, atribuídos a museus, projectos, boas práticas, profissionais e diversas actividades desenvolvidas no sector, em todo o país. Em declarações ao ALVORADA, o vereador João Serra, da Câmara Municipal da Lourinhã, classificou esta distinção “como sendo mais um reconhecimento, por parte de uma entidade externa, do trabalho que a autarquia tem vindo a fazer em prol do Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro”. A autarquia esteve representada nesta sessão pelo vice-presidente José Tomé e pela responsável municipal pelo CIBV, Ana Bento.

A Casa Fernando Pessoa, dedicada à vida e obra do poeta, em Lisboa, foi distinguida com o Prémio Museu do Ano 2021. A Casa Fernando Pessoa, no Bairro de Campo de Ourique, é a casa que foi habitada pelo escritor nos seus últimos 15 anos de vida, e tem uma exposição dividida em três pisos, sobre a vida e obra do poeta e uma biblioteca especializada em poesia mundial.

A edição deste ano dos prémios da APOM distinguiu os historiadores, conservadores e museólogos Anísio Franco, Emanuel Sancho, Francisco Clode e Isabel Victor, nos Prémios Museólogo do Ano, e os especialistas Alberto Correia, Ana Duarte, Conceição Borges de Sousa, Isabel Raposo Magalhães e Maria João Vasconcelos, nas personalidades na área da museologia.

O Prémio Museu do Ano é uma das principais distinções atribuídas pela APOM, num total, este ano, de 32 categorias a concurso, que distinguem, entre outras áreas, a melhor intervenção e restauro, o melhor catálogo, a melhor exposição, mecenato e projecto museográfico.

A APOM, entidade fundada em 1965, recebe anualmente centenas de candidaturas aos prémios, provenientes de instituições de Portugal Continental e das Regiões Autónomas, bem como de projectos expositivos portugueses no estrangeiro.

Texto: ALVORADA com agência Lusa
Fotografia: Paulo Ribeiro/ALVORADA (arquivo)