Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Lourinhã: apresentada esta manhã moeda comemorativa do ‘Dinheirosaurus lourinhanensis’

moedacoleccao

Foi apresentada esta manhã a moeda comemorativa do ‘Dinheirosaurus lourinhanensis’, da série ‘Dinossauros de Portugal’. A iniciativa decorreu no Auditório do Centro Cultural Dr. Afonso Rodrigues Pereira, na Lourinhã.

Este projecto nasceu de uma colaboração entre a Imprensa Nacional Casa da Moeda e o Museu da Lourinhã, o qual foi liderado pelo paleontólogo lourinhanense Octávio Mateus, investigador da Universidade Nova de Lisboa e Museu da Lourinhã, e contou com concepção da ilustradora Joana Bruno.

Marcam presença na sessão, entre outros, Vital Rosário, presidente da direcção do GEAL/Museu da Lourinhã, Octávio Mateus, Gonçalo Caseiro, presidente do Conselho de Administração da Imprensa Nacional Casa da Moeda e o presidente da Câmara Municipal da Lourinhã, João Duarte Carvalho.

Para este trabalho, a especialista em ilustração científica, Joana Bruno, partiu dos dados disponíveis na literacia científica e fez comparações com espécies vivas para reconstruir a aparência do animal. No anverso desta moeda de colecção, são visíveis as vértebras articuladas do ‘Dinheirosaurus Lourinhanensis’, um trilho de pegadas e a silhueta do dinossauro afastando-se, remetendo para uma ideia de passado.

No reverso, o gigantesco saurópode surge em grande plano, integrado no seu ambiente natural, como se estivesse bem presente. A versão de acabamento proof em prata tem alguns apontamentos de cor. Foram cunhadas 2.000 moedas de prata e 25.000 moedas cuproníquel e podem ser adquiridas através da Imprensa Nacional Casa da Moeda.

Recorde-se que o ‘Dinheirosaurus lourinhanensis’, a espécie de saurópode diplodocídeo do Jurássico Superior, foi descoberto na arriba da Praia de Porto Dinheiro, na década de 80 do século passado, e cujos fósseis podem ser vistos no Dino Parque da Lourinhã.

Texto e fotografia: ALVORADA