Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Conselho Geral da Universidade do Algarve elege lourinhanense Ana Jorge como presidente

Ana Jorge

A médica lourinhanense e antiga ministra da Saúde Ana Jorge, ex-presidente da Assembleia Municipal da Lourinhã, é a nova presidente do Conselho Geral da Universidade do Algarve (UAlg), depois de ter sido eleita para o cargo esta segunda-feira, anunciou hoje o estabelecimento de ensino algarvio.

Ana Maria Teodoro Jorge, médica e antiga ministra da Saúde, foi eleita presidente do Conselho Geral da Universidade do Algarve (UAlg), no dia 28 de Junho. Personalidade de destaque a nível nacional, Ana Jorge dinamiza vários projectos ligados à saúde em diversas instituições”, revelou a UAlg num comunicado.

A mesma fonte refere que, além da eleição de Ana Jorge para a presidir ao Conselho Geral, “foram cooptados os seguintes membros externos: Amélia Santos (cofundadora e CEO da empresa Innuos Digital Music Players); António Carlos Guerreiro Morgado André (delegado distrital da Ordem dos Engenheiros e gerente da empresa PROTECNA - consultores de engenharia) Hélder Mota Filipe (professor associado da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, ex-presidente do Infarmed)”. Foram ainda cooptados, segundo a universidade algarvia, “Hugo Vieira (vice-presidente da direção nacional da ANJE), Isabel Maria Rodrigues Gonçalves (fundadora da empresa Hubel); João Augusto Castel-Branco Goulão (diretor-geral do Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências - SICAD), Nuno Battaglia (presidente da Algarve Partners, grupo empresarial que criou a Congelagos), Paulo Luís do Carmo Pinheiro (administrador da Parkalgar - Parques Tecnológicos e Desportivos, S.A.), Tiago Magalhães (diretor de Bioinformática da multinacional Genuity Science)”.

A UAlg esclareceu que o Conselho Geral conta com 35 membros, entre eles 18 representantes dos professores e investigadores, seis em representação dos estudantes e um dos funcionários não docentes, aos quais se somam também 10 “personalidades externas, de reconhecido mérito, não pertencentes à UAlg, com conhecimentos e experiência relevantes para a academia”, entre os quais é escolhido um para presidente, tendo neste caso a escolha recaído na antiga governante.

“Os membros do Conselho Geral não representam grupos nem interesses sectoriais e são independentes no exercício das suas funções”, sublinhou a UAlg, destacando que o referido órgão tem a seu cargo a “definição da estratégia de desenvolvimento da instituição e a decisão sobre todos os aspetos decisivos relacionados com a gestão da Universidade, nomeadamente a eleição do reitor”.

Formada em Medicina pela Universidade de Lisboa, com especialidade em pediatria, Ana Jorge foi ministra da Saúde entre 2008 e 2011, no Governo do PS liderado por José Sócrates. Exerceu a direcção do Serviço de Pediatria no Hospital Garcia de Orta, em Almada, e integrou o quadro docente da Escola Nacional de Saúde Pública e Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, indicou a universidade. A UAlg salienta ainda que Ana Jorge integrou a direção do colégio de Pediatria da Ordem das Médicos e trabalhou com a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML), “onde esteve à frente da unidade de missão para os cuidados continuados do Hospital da Estrela da SCML”, contando também com experiência em “variadas comissões de ética e conselhos gerais de outras instituições de ensino superior e ligadas à saúde”. Ana Jorge foi ainda presidente da ARSLVT - Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo antes de ingressar no Governo.

Texto: ALVORADA com agência Lusa
Fotografia: Sofia de Medeiros/ALVORADA (arquivo)