Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Lourinhã: PSD/Oeste escolhe Orlando Carvalho para candidato à CML e comissão política concelhia demite-se em bloco

eleicoes autarquicas de 2021

O empresário lourinhanense Orlando Carvalho deverá ser apresentado esta tarde pelo PSD, na sede nacional, como candidato do partido à Câmara Municipal da Lourinhã. A decisão foi tomada ontem à noite em reunião da Comissão Política Distrital do PSD/Área Oeste, por videoconferência, à revelia da Comissão Política do PSD/Lourinhã que, face a esta imposição do órgão presidido por Duarte Pacheco - que apresentou a proposta - decidiu apresentar imediatamente a demissão em bloco, segundo apurou o ALVORADA.

Para esta sexta-feira está agendada uma reunião extraordinária da Assembleia de Militantes do PSD da Lourinhã, que já tinha sido solicitada ao presidente da mesa, Carlos Santos, pela presidente da comissão política, Mafalda de Taborda Lourenço, para explicar aquele que é um dos mais conturbados processos em torno da escolha do candidato social-democrata à presidência da Câmara Municipal da Lourinhã. A reunião está agendada para as 21h00 e decorrerá também por videoconferência devido à pandemia.

A Comissão Política do PSD da Lourinhã tinha inicialmente escolhido o militante Nuno Sampaio para candidato à CML, segundo apurou o nosso jornal, mas o assessor político do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, veio posteriormente a declinar o convite que lhe tinha sido endereçado. Surgiu então a possibilidade de ser Hernâni Santos o candidato, que aceitou o convite após a realização de uma sondagem, tendo merecido receptividade da Comissão Política Distrital. Mas tarde, alegando razões profissionais, declinou o convite.Tentámos chegar várias vezes ao contacto com o autarca para obter um comentário mas, até agora, sem sucesso.

Foi então deliberado pelo órgão presidido por Mafalda de Taborda Lourenço a escolha de Pedro Antunes, que há quatro anos tinha sido cabeça-de-lista pelo CDS à Câmara Municipal da Lourinhã. Contudo, num volte-face inesperado, o presidente da Comissão Política Distrital da Área Oeste recusou o candidato votado pela concelhia lourinhanense. 

Não se ficou por aqui a história da escolha do candidato social-democrata para encabeçar a lista à CML. Dias depois de Hernâni Santos ter desistido da candidatura, em alternativa, terá apresentado ao líder Duarte Pacheco o nome do empresário e militante social-democrata Orlando Carvalho na reunião da Comissão Política Distrital da Área Oeste, que decorreu em ambiente digital ontem à noite. O PSD/Lourinhã recusou a proposta e apresentou, em alternativa, a candidatura da própria presidente, Mafalda de Taborda Lourenço, para encabeçar a lista, que foi recusada por Duarte Pacheco, segundo apurou o ALVORADA. Acabou por ser votada e aprovada a escolha do candidato Orlando Carvalho. Com a demissão da comissão política do PSD/ Lourinhã, o processo autárquico terá agora de ser conduzido no nosso concelho directamente pela estrutura distrital, nomeadamente no que se refere à aprovação das listas finais de candidatos a todos os órgãos autárquicos no nosso concelho.

A presidente demissionária do PSD/Lourinhã, ouvida esta manhã pelo ALVORADA, assegurou que, apesar desta situação de completa desautorização pela estrutura distrital à estrutura concelhia, “vou procurar apoiar os nossos candidatos nas oito freguesias que terão os melhores projectos que farão, seguramente, a diferença na vida das pessoas para aumentar a qualidade de vida. Estarei sempre disponível para participar nas iniciativas de campanha”. “O candidato que vai ser apresentado liderará com qualidade, dinamismo e competência o processo. Estamos demissionários apenas por repúdio à actuação da distrital e não há nenhuma ‘guerra’ interna ou quezília pessoal com ninguém. Trata-se de uma questão de princípio pelo procedimento e a ingerência da distrital no processo autárquico da Lourinhã”, justifica. Quanto a uma eventual participação nas listas do partido, refere que ”esta questão não se coloca nesta altura, porque não tenho esses planos e essa ambição”. Quanto a uma eventual recandidatura à presidência da concelhia, sublinha que “não é o momento para fazer essa avaliação e reflexão”, estando a comissão política em gestão até à realização de novas eleições.

O ALVORADA tentou obter um comentário de Duarte Pacheco sobre o processo autárquico da Lourinhã, na qualidade de presidente do PSD/Área Oeste, mas até ao momento não conseguimos falar com o também deputado social-democrata na Assembleia da República.

Notícia rectificada no dia 9/04/21 após a presidente da Comissão Política, Mafalda Taborda de Lourenço, ter corrigido a nossa notícia e clarificado ao ALVORADA que, efectivamente, tinha sido apresentado o convite da candidatura de Hernâni Santos pela concelhia ao PSD/Oeste.

Texto: ALVORADA