Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Distribuidor de tabaco roubado por gangue armado em São Bartolomeu dos Galegos

GNR

Um distribuidor de tabaco foi roubado em São Bartolomeu dos Galegos por um grupo armado que acabou por fugir com 15 mil euros em dinheiro e tabaco. O crime ocorreu esta quarta-feira de manhã, quando o homem foi surpreendido por três encapuzados com pistolas, quando se preparava para recolher tabaco e dinheiro de uma máquina num estabelecimento comercial nesta povoação lourinhanense.

Segundo noticiou o ‘Correio da Manhã’, os assaltantes apontaram as armas ao vidro da carrinha e obrigaram o condutor e único passageiro a abrir as portas. Assim que o fez, os criminosos sentaram-se no lugar do pendura e o outro ao volante, levando a vítima no meio sob coação. Conduziram a viatura até um local próximo, ainda em São Bartolomeu dos Galegos, onde abandonaram a vítima e a carrinha depois de colocarem o tabaco e o dinheiro noutro automóvel que já se encontrava no local preparado para a fuga - um Volkswagen Golf, preto, segundo apurou o ALVORADA junto das autoridades - de onde partiram para parte incerta. O roubo foi participado à GNR da Lourinhã, mas transitou para a Polícia Judiciária para investigação por terem sido usadas armas de fogo pelos assaltantes.

Ainda segundo o diário, de acordo com Paulo Serrano, da Sociedade de Distribuição de Tabaco, este é o quarto roubo violento a viaturas e funcionários da empresa nas últimas cinco semanas. Peniche, Catujal (Loures), A-dos-Cunhados e Mafra foram os locais onde se registaram os restantes assaltes, três deles com contornos ainda mais violentos em que os funcionários sofreram ferimentos por parte dos meliantes. O responsável acredita que se trate do mesmo grupo e apela às autoridades para tomar medidas para “eliminar a vulnerabilidade dos distribuidores” de tabaco.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Paulo Ribeiro/ALVORADA (arquivo)