Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Oeste: Anuário financeiro mostra pontos fortes e fracos da gestão municipal em 2021

anuariofinanceiro21

O Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses relativo a 2021 é da autoria de um grupo de investigadores, com coordenação da professora Maria José Fernandes, do Centro de Investigação em Contabilidade e Fiscalidade (CICF) - Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) e do Centro de Investigação em Ciência Política (CICP) - Universidade do Minho. O documento é realizado desde 2004 (relativo a 2003) com o apoio da Ordem dos Contabilistas Certificados (OCC) e pode ser consultado em www.occ.pt.

Depois de uma década a diminuir, a dívida a pagar pelos municípios aumentou 2,1%, para 4.404 milhões de euros (ME), em 2021, embora as contas municipais mantenham uma tendência de equilíbrio.

O Município da Lourinhã é o 35º do país que apresenta maior independência financeira do país, entre receitas próprias e totais, revela o Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses relativo a 2021 realizado pela Ordem dos Contabilistas Certificados.

A notícia pode ser lida na íntegra na última edição do ALVORADA que já está nas bancas.
Texto: Paulo Ribeiro/ALVORADA