Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

GNR reforça patrulhamento no âmbito das celebrações do 13 de Outubro em Fátima

 

santuario de fatima

A GNR vai intensificar esta quarta e quinta-feira acções de patrulhamento nas principais vias de acesso a Fátima para garantir a segurança rodoviária e dos peregrinos, que participam nas celebrações do 13 de Outubro.

A Guarda Nacional Republicana (GNR) adianta que no âmbito da operação 'Trindade 2022' vai implementar um dispositivo especial de segurança, intensificando as acções de patrulhamento nas principais vias de acesso a Fátima, para “garantir a segurança e tranquilidade pública do evento”, de acordo com um comunicado.

A operação visa igualmente “assegurar a segurança rodoviária e fluidez do trânsito, com o objectivo de apoiar e garantir a segurança dos peregrinos e prevenir a actividade criminal, através do reforço do policiamento no santuário e zonas envolventes”.

A GNR refere que a operação vai culminar com a realização das celebrações religiosas na quinta-feira, contando com meios de dispositivo territorial de trânsito, da estrutura de investigação criminal, de patrulhamento ciclo e a cavalo, de ordem pública e operações especiais, inactivação de explosivos e de videovigilância e 'drones'.

Na nota, a guarda lembra que as celebrações do 13 de Outubro têm um grande impacto a nível nacional e internacional, reúnem milhares de peregrinos, e, por isso, recomenda à população que chegue atempadamente ao santuário para evitar filas, a identificar, fotografar ou memorizar o local onde estaciona ou do local de desembarque do autocarro.

A GNR aconselha também os peregrinos a não deixar à vista pertences no interior dos veículos, a transportar a carteira ou o telemóvel em local próximo do corpo, evitar transportar grandes quantias de dinheiro, a ter sempre o telemóvel com bateria e contacto dos elementos de grupo, bem como a não perder de vista idosos e crianças que os acompanhem.

Texto: ALVORADA com agência Lusa
Fotografia: Paulo Ribeiro/ALVORADA (arquivo)