Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Covid-19: D. Nuno Brás, Bispo do Funchal, está em confinamento profilático

covid 19 1320x420

O Bispo do Funchal, o lourinhanense D. Nuno Brás, está em confinamento profilático depois de ter contactado com um caso positivo de coronavírus numa iniciativa no concelho da Calheta. Esta medida abrange outros representantes de entidades regionais, as quais o presidente da Assembleia Legislativa da Madeira.

A diocese de D. Nuno Brás confirmou que o prelado está a cumprir confinamento profilático, depois de ter estado na tomada de posse dos órgãos sociais da Misericórdia da Calheta, "embora tenha mantido o distanciamento social e o uso de máscara”, razão pela qual “a agenda será suspensa até novas indicações das autoridades de saúde”.

Nesta cerimónia marcaram igualmente presença o presidente da Câmara Municipal da Calheta, Carlos Teles, que vai realizar o teste esta semana. Também a secretária da Inclusão Social e Cidadania da Madeira, Augusta Aguiar, esteve neste acto e já cancelou a sua agenda.

O presidente da Assembleia Legislativa da Madeira encontra-se em isolamento profilático por recomendação das autoridades de Saúde da região, diz um comunicado distribuído pelo parlamento madeirense. O documento refere que o centrista José Manuel Rodrigues "participou, no passado dia 29 de Dezembro, na cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos sociais da Santa Casa da Misericórdia da Calheta [zona oeste da Madeira], onde uma das pessoas presentes veio a testar positivo com SARS-CoV2 no dia 1 de Janeiro”. Devido a esta situação, o responsável do principal órgão de governo próprio da região cancelou a sua agenda, nomeadamente, “a sua participação no Concerto de Ano Novo da Orquestra Clássica da Madeira”. “José Manuel Rodrigues encontra-se bem e será testado nos próximos dias, só retomando a agenda quando for aconselhado pelas autoridades de Saúde”, adianta a informação.

A Santa Casa da Misericórdia da Calheta activou sexta-feira o seu plano de contingência depois de uma funcionária da instituição ter testado positivo para Covid-19.

Devido ao aumento do número de infetados com Covid-19, a Diocese do Funchal tinha já cancelado a apresentação de cumprimentos de Natal.

De acordo com os últimos dados divulgados este domingo pela Direcção Regional de Saúde, a Madeira registou 76 novos casos de Covid-19, o número mais alto desde o início da pandemia, elevando as infecções activas para 697 e existem outras 168 situações suspeitas em avaliação. Esta entidade refere que destas 697 infecções ativas, 177 são casos importados e 520 de transmissão local. No total, a Região Autónoma da Madeira contabiliza 1.836 casos confirmados de Covid-19 desde 16 de Março e 14 óbitos associados à doença. Deste total de casos confirmados, 648 foram no concelho do Funchal, onde também residiam nove das pessoas que faleceram devido à Covid-19.

Texto: ALVORADA com agência Lusa