Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

COVID-19: Conferência Episcopal Portuguesa suspende celebrações eucarísticas

CEP 2

A Conferência Episcopal Portuguesa decidiu suspender as celebrações eucarísticas, numa decisão que está em consonância com as indicações do Governo e das autoridades de saúde para combater a pandemia do vírus Covid-19.

Em comunicado, o organismo que agrupa os bispos portugueses, determina que “os sacerdotes suspendam a celebração comunitária da Santa Missa até ser superada a actual situação de emergência” de saúde pública.

Ainda de acordo com a CEP, “também devem seguir-se as indicações diocesanas referentes a outros sacramentos e actos de culto, bem como à suspensão de catequeses e reuniões”. Não foi anunciada data para recomeço das celebrações eucarísticas e actividades pastorais.

Estas medidas determinadas pelos bispos portugueses devem ser complementadas com as possíveis ofertas celebrativas na televisão, rádio e internet.

“Permaneçamos em oração pessoal e familiar, biblicamente alimentada, confiados na graça divina e na boa vontade de todos”, conclui o comunicado da CEP.

A 2 de Março, o organismo episcopal tinha divulgado uma nota inicial com medidas de “prudência” para prevenir contágios com o novo coronavírus. “Como em situações semelhantes e em sintonia com outras conferências episcopais e dioceses, e para evitar situações de risco, recomendamos algumas medidas de prudência nas celebrações e espaços litúrgicos, como, por exemplo, a Comunhão na mão, a Comunhão por intinção dos sacerdotes concelebrantes, a omissão do gesto da paz e o não uso da água nas pias de água benta”, refere o documento.

O surto de Covid-19, foi detetado em Dezembro de 2019, na China, e já provocou mais de 4900 mortos em todo o mundo, levando a Organização Mundial de Saúde a declarar a doença como pandemia. Em Portugal, a Direcção-Geral da Saúde (DGS) actualizou hoje o número de casos confirmados, que passou de 78 para 112, dos quais 107 estão internados.

As escolas de todos os graus de ensino vão suspender todas as actividades letivas presenciais a partir de segunda-feira, anunciou o Primeiro-Ministro, António Costa, numa declaração ao país. O Governo decidiu também declarar o estado de alerta em todo o país, colocando os meios de protecção civil e as forças e serviços de segurança em prontidão.

Texto: ALVORADA