Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

GP Internacional Torres Vedras: Enrique Sanz triunfa ao ‘sprint’ na primeira etapa da prova

SprintEtapa1

O basco Enrique Sanz (Euskadi Basque Country-Murias) venceu hoje a primeira etapa em linha do 42.º Grande Prémio Internacional de Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho, uma viagem de 156,8 quilómetros, entre a Adega Cooperativa da Ventosa e Sobral de Monte Agraço, que deixou o galego Gustavo César Veloso (W52-FC Porto) no topo da classificação geral.

A etapa terminou com um intenso duelo de ‘sprinters’, colocando frente a frente o basco Enrique Sanz e o português César Martingil (Sporting-Tavira), ao cabo de 3h59m47s de esforço. O experiente Sanz levou a melhor sobre o jovem Martingil, conquistando a quinta vitória da época, quarta em Portugal. O terceiro do dia foi Antonio Angulo (Efapel). “Outra vez em Portugal, outra vez ganhando e desfrutando de Portugal. Foi um ‘sprint’ muito louco, com muitos ataques. Controlei bem as distâncias e arranquei a 150 metros para vencer”, explicou Enrique Sanz.

Uma fuga iniciada pouco depois do quilómetro 20 de prova animou a viagem. René Hooghiemster (Alecto Cyclingteam), Micael Isidoro (BAI Sicasal Petro de Luanda), Diogo Sardinha (Sicasal/Constantinos), Hugo Nunes (Rádio Popular-Boavista) e Patrick Videira (Fortunna/Maia) foram os aventureiros, que nunca tiveram grande margem por parte do pelotão, já que a vantagem não passou dos quatro minutos. A W52-FC Porto controlou a fuga, mas nunca mostrou verdadeira intenção de perseguir. Esse trabalho pertenceu, em grande medida, ao Equipo Euskadi. Os fugitivos mais resistentes foram Hugo Nunes e Diogo Sardinha, alcançados a oito quilómetros da chegada. Os mais beneficiados foram, todavia, Micael Isidoro, que passa a comandar a montanha, e René Hooghiemster, primeiro na geral das metas volantes.

Já depois de anulada a fuga, o percurso técnico e o nervosismo do pelotão provocaram algumas quedas. Entre os envolvidos esteve o algarvio Ricardo Mestre (W52-FC Porto), que, assim, perdeu as hipóteses de bater-se pela classificação geral, que continua comandada por Gustavo César Veloso.

O galego da W52-FC Porto segue de amarelo, com 5 segundos de vantagem sobre o colega de equipa Samuel Caldeira e com 11 segundos à melhor sobre o búlgaro Nikolay Mihaylov (Efapel). A vitória na etapa rendeu a Enrique Sanz a camisola dos pontos, o holandês Marco Doets (Alecto Cyclingteam) continua como melhor jovem e a W52-FC Porto mantém-se no topo da geral por equipas.

“Hoje a etapa foi muito atacada de início mas estabilizou quando se deu a fuga. Levámos a corrida sempre controlada, com os fugitivos a uma distância prudencial. Sabíamos que as equipas dos ‘sprinters’ iriam trabalhar no final. Ainda tentámos que o Samuel discutisse a etapa, mas o final foi caótico, uma espécie de lotaria. As minhas sensações foram boas, mas a corrida ainda está a começar. Os próximos dias vão permitir perceber a minha condição e a dos adversários”, afirmou Gustavo César Veloso.

Antes da partida para esta etapa, a União Desportiva do Oeste (UDO), organizadora do Troféu Joaquim Agostinho homenageou dois homens do ciclismo, falecidos desde a edição transata da prova: Alves Barbosa, sócio de mérito da UDO – União Desportiva do Oeste – entidade organizadora desta prova -, e Carlos Caetano, mecânico e colaborador de longa data da corrida.

Numa competição em que as dificuldades orográficas vão aparecendo de forma crescente, a segunda etapa, a disputar neste sábado, adivinha-se selectiva. A caravana parte da Atouguia da Baleia, às 12h50, com passagem pelo concelho da Lourinhã, prevendo-se o final da etapa para antes das 16h30. A tirada termina à quinta passagem pela meta, ou seja, depois de completadas cinco voltas ao circuito torriense, pontuado pelas subidas do Varatojo e da Serra da Vila.

Texto: ALVORADA. Foto: Direitos Reservados.