Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Freeride World Championship decorre este fim-de-semana na Lourinhã

Campeonarto de Free Ride 1

Depois de dois anos de interrupção devido à Covid-19, a Praia da Areia Branca, na Lourinhã, vai receber entre 6 e 8 de Maio a primeira etapa do Campeonato do Mundo de Freeride. A competição vai determinar ainda o campeão europeu, uma vez que o vencedor na Europa é apurado numa prova única.

No que respeita a participantes, a organização do evento destaca o australiano Joel Barry, actual campeão do mundo e o mexicano Abraham Hochstrasser, vice-campeão mundial. Além disso, a etapa portuguesa contará com pilotos vindos do Brasil, Estados Unidos, Argentina, Espanha, França e Inglaterra.

A organização conta com cerca de 20 participantes em competição, um número ligeiramente abaixo do habitual devido ao facto da actual conjuntura - Covid 19 e a guerra na Ucrânia - ter provocado um aumento dos custos logísticos. As inscrições podem ser feitas até sexta-feira, dia 6, “o que até pode significar uma presença de pilotos em número superior ao estimado”, é referido num comunicado enviado ao ALVORADA.

Esta etapa portuguesa conta com a parceria da Câmara Municipal da Lourinhã, Yamaha, BP, Meganuncius, WCM, ADLC e Oceanic Soul.

Em 2022, o circuito mundial vai ter apenas três etapas. A primeira será no início de Maio na Praia da Areia Branca. A competição segue depois para França, com a praia de Biscarrosse (Golfo da Biscaia) a receber os pilotos. Por último, o campeonato do mundo termina nos Estados Unidos, na praia Grayland (Washington).

Existe ainda a possibilidade de se realizarem em 2022 provas posteriores no Brasil ou no México, mas sem impacto nas contas do Mundial. Em Abril houve uma prova na Austrália onde marcaram presença alguns nomes que participam no Campeonato do Mundo e que serviu de aferição da condição de pilotos e máquinas. Em 2019, a etapa portuguesa do Campeonato do Mundo de Freeride foi considerada a melhor do calendário internacional.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Direitos Reservados