Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Ténis: Gastão Elias enfrenta Luís Faria na entrada no ‘Oeiras Open 4’

Gastao Elias 06042021

Gastão Elias entra esta segunda-feira em acção no ATP ‘Challenger 50 Oeiras Open 4’, organizado pela Federação Portuguesa de Ténis no Complexo Desportivo do Jamor, no concelho de Oeiras. O tenista lourinhanense, nº 292 do ‘ranking’ ATP, mede forças com o compatriota Luís Faria, nº 803 ATP. Trata-se de um dos primeiros encontros do quadro principal de singulares no ‘court’ central.

Não antes das 12h30, o penichense Tiago Cação (524º ATP) desafia o segundo cabeça-de-série, Tung-Lin Wu (267º ATP) de Taiwan. Logo a seguir, os também portugueses Gastão Elias e Luís Faria medem forças no duelo do dia, e a fechar a jornada entra em cação o número um mundial de juniores, o dinamarquês Holger Rune contra o holandês Tim van Rijthoven.

Quanto ao duelo com Gastão Elias, Luís Faria destacou que “será um encontro bastante complicado. O Gastão fez quartos-de-final na última semana e nos ‘Challengers’ anteriores jogou uma final e umas meias-finais, já foi nº 57 do ‘ranking’... Vai ser muito complicado, mas vou dar o meu melhor e entrar em campo para desfrutar”, anteviu o jovem vimaranense, que tem no próximo adversário uma das suas referências: “Lembro-me de o ver no ‘top’ 100, vi-o muitas vezes na televisão”.

Já Gastão Elias lamentou ter pela frente um compatriota, mas destacou o lado positivo: “É sempre chato, mas é uma das facetas do ténis porque todas as semanas competimos e jogamos os mesmos torneios, sobretudo agora que há muito menos. Temos a felicidade de jogar um torneio em casa e de ter muitos portugueses no quadro principal, por isso é normal que estes duelos aconteçam. Tenho a certeza de que vai ser um bom encontro, já joguei contra o Luís e tenho treinado muito com ele. Conhecemo-nos muito bem e já não há muito a esconder. Sei que ele vai entrar sem pressão e isso é sempre perigoso. Gosto imenso dele e sei as qualidades que tem e o nível a que pode jogar, por isso vou entrar no jogo com muita atenção”, disse.

Texto: ALVORADA com Gabinete de Imprensa do ATP Challenger 125 Oeiras Open
Fotografia: Sara Falcão/GIATPC125OO