Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Organização do Troféu Joaquim Agostinho apela aos adeptos do ciclismo que acompanhem a prova em casa

GP Torres Vedras

A comissão organizadora do 43.º Grande Prémio Internacional de Ciclismo de Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho, que vai para a estrada este fim-de-semana, apela ao público para que “adapte um comportamento adequado em prol da sua segurança e da comunidade”. Os amantes do ciclismo podem acompanhar o desenrolar das duas etapas através das redes sociais - www.facebook.com/trofeujoaquimagostinho/ e www.facebook.com/tvciclismo/ - e ver o ‘filme’ da corrida em www.fpciclismo.pt. Recorde-se que, tal como já tínhamos informado, a competição conta este ano apenas com duas etapas e com um pelotão de 112 corredores, de 16 equipas, quatro delas estrangeiras, que percorrerão 290,8 quilómetros. Apesar das dificuldades inerentes à pandemia originada pela Covid-19, a organização da prova velocipédica, da responsabilidade da UDO - União Desportiva do Oeste, está “consciente do contributo dos vários intervenientes que permitiram com o seu empenho e esforço reunir as condições para que corrida seja viável”.

Para além das precauções de natureza rodoviária, a UDO lembra ao público as normas em vigor no âmbito da saúde pública, nomeadamente o uso de máscara, o distanciamento social de dois metros e de modo a não permitir aglomerações de mais de dez pessoas, a lavagem e/ou desinfecção das mãos. “Não é possível contacto físico entre público e atletas ou ‘staff’ das equipas e o público manter a distância de 300 metros em relação os locais de partida e chegada”, adverte a organização da competição internacional desportiva.

A primeira etapa, este sábado, na distância de 145,6 km, vai começar e terminar em Torres Vedras Vedras. O pelotão passará por Ponte Rol, Palhagueiras, Santa Cruz, Silveira, Chãos, Serra da Vila, Sarge, Monte Redondo, Matacães, Runa, Dois Portos, Furadouro, Carvalhal, Serra da Vila (circuito), variante, Varatojo, Serra da Vila. Esta etapa incluirá quatro metas volantes em Silveira, Torres Vedras (Avenida General Humberto Delgado), Figueiras e terceira passagem pela meta. Estão também marcadas duas metas de montanha de terceira categoria na Serra da Vila e no Varatojo (à segunda passagem). Os dois pontos quentes ocorrerão à primeira e quarta passagem pela meta. A etapa terminará com um circuito de cinco passagens pela zona da meta na variante poente da cidade torriense.

A segunda e última etapa, no domingo, começará no Turcifal, com partida junto à Quinta de Almiara, e terminará no parque eólico da Carvoeira, coincidindo com um prémio de montanha de primeira categoria, ao fim de 145,2 quilómetros. Visando o litoral e interior do concelho torriense, o pelotão passará por São Mamede, S. Pedro da Cadeira, Assenta, Cambelas, Coutada, Ponte Rol, Brejenjas, Santa Cruz, Porto Novo, Sobreiro Curvo, Vila Facaia, Ramalhal, Outeiro da Cabeça, Maxial, Vila Seca, Ameal, Torres Vedras, Serra da Vila, Turcifal, Cadriceira, Dois Portos, Carvoeira e parque eólico. Esta etapa tem duas metas volantes em Gafanhotos e Torres Vedras; dois potos quentes em Sata Cruz e Turcifal; e duas metas de montanha de terceira categoria na Serra da Vila e o parque eólico,

O Troféu Joaquim Agostinho tem cinco camisolas de liderança: Camisola Amarela |Oeste Portugal (Geral Individual); Camisola Verde | Transportes Vilas Boas (Geral por Pontos; Camisola Azul | Jerónimo & Morais(Geral da Montanha); Camisola Branca | Colchões Bom Repouso (Geral Metas Volantes); e Camisola Laranja | Instituto Português do Desporto e Juventude (Geral da Juventude).

Recorde-se que esta prova de ciclismo foi forçada a ser adiada para esta altura do ano após um membro da organização ter testado positivo à Covid-19, a dias do arranque. No pelotão estarão as nove equipas de licença continental portuguesas: Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel, Aviludo-Louletano, Efapel, Feirense, Kelly/InOutBuil/UDO, LA Alumínios, Miranda-Mortágua, Rádio Popular-Boavista e W52-FC Porto. Com três formações sub-23 lusas, participarão a local Sicasal-Torres Vedras, a JV Perfis/Gondomar Cultural e a Crédito Agrícola-Jorbi-Delta, a corrida irá para a estrada também com três espanholas, a Burgos-BH, Caja Rural-Seguros RGA e a Euskaltel-Euskadi, além da norte-americana Rally Cycling.

A competição decorre uma semana antes da edição especial da Volta a Portugal, uma vez que a Federação Portuguesa de Ciclismo assumiu a organização da competição, passando a 82.ª edição para o próximo ano, indo para a estrada de 27 de Setembro a 5 de Outubro, com passagem pela região Oeste.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Direitos Reservados